Tóquio 2020

Público japonês começa a aceitar realização de Tóquio 2020

por Redação
A
A
Público japonês começa a aceitar realização de Tóquio 2020
publicidade

O público japonês parece estar mais receptivo com a realização dos Jogos Olímpicos no próximo mês de julho. De acordo com uma pesquisa feita pelo jornal local Yomiuri Shimbun, 50% dos japoneses quer que a competição aconteça este ano.

O número vai na direção contrária do que se via desde que a pandemia teve início em março do ano passado. Até dias atrás, a maioria das pesquisas nacionais revelavam oposição à realização dos Jogos em Tóquio. No final de maio, o governo japonês prorrogou o estado de emergência na capital e em outras áreas por mais três semanas.

Com a crescente aceitação de que os Jogos serão realizados, o feedback à pesquisa do Yomiuri Shimbun revelou que, agora, "apenas" 48% dos entrevistados são a favor de um cancelamento. O adiamento do evento não foi oferecido como uma opção.

No entanto, enquanto a população parece estar mais disposta a receber a competição, as entidades médicas japonesas permanecem com o pedido de que os Jogos não sejam disputados. E não são apenas médicos. As preocupações com novas variantes do coronavírus e a lentidão da campanha de vacinação no país vêm provocando clamores urgentes de cancelamento por parte de alguns executivos proeminentes e de centenas de milhares de cidadãos comuns.

Até o momento, Tóquio 2020 está confirmado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), com início em 23 de julho e término em 8 de agosto.

publicidade

John Coates, o responsável do COI por supervisionar os preparativos dos Jogos de Tóquio, disse recentemente que a Olimpíada ocorrerá mesmo que a cidade-sede esteja sob estado de emergência.

Há um mês, o mesmo meio de comunicação realizou uma pesquisa semelhante, que apontou que 59% dos entrevistados queriam que os Jogos fossem cancelados. À ocasião, apenas 39% eram a favor de que o evento fosse realizado conforme programado.

Nesta última pesquisa telefônica de Yomiuri Shimbun, realizada de 4 a 6 de junho, constatou que 26% dos 1.070 entrevistados querem que os Jogos prossigam sem espectadores, enquanto 24% aprovam que um número limitado de torcedores possa comparecer. Entretanto, a maioria dos entrevistados disse que as medidas de controle do Covid-19 em torno dos Jogos ainda eram inadequadas.

publicidade