Tóquio 2020

Exclusivo: Caixa e CBAt renovam patrocínio por R$ 16 milhões até 2022

por Erich Beting
A
A
Caixa é patrocinadora principal da CBAt desde 2001
Divulgação/CBAt
Caixa é patrocinadora principal da CBAt desde 2001
publicidade

A Caixa Econômica Federal acertou a renovação do patrocínio com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) por 12 meses. Segundo apurou a Máquina do Esporte, o acordo foi assinado no final da tarde de quinta-feira (20), é válido até maio de 2022 e renderá à CBAt R$ 16 milhões.

O anúncio do patrocínio deverá ser feito ainda nesta sexta-feira. Com a renovação do atletismo, a Caixa seguirá com três entidades esportivas patrocinadas. Há algumas semanas ela anunciou o acordo com a Confederação Brasileira de Ginástica, até 2024, no valor de R$ 30 milhões. Além disso, o contrato com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) foi mantido.

A renovação com o atletismo foi conseguida após uma “intervenção” de atletas e ex-atletas, que ressaltaram o histórico do relacionamento da Caixa com a modalidade para mostrar a importância de o patrocínio ser mantido. Nas últimas semanas, ídolos como Joaquim Cruz, Maureen Maggi, André Domingos e outros gravaram vídeos e publicaram nas redes sociais exaltando a Caixa e o patrocínio feito ao atletismo. Parceiro da CBAt desde 2001, o banco estatal estava desde dezembro renegociando o contrato com a entidade, que passou por diversos problemas administrativos nos últimos anos.

A Caixa exigia, para a renovação, mais programas de incentivo à formação de atletas, algo que vem permeando a política de patrocínios do banco desde a mudança de governo, em 2019. Sob a gestão de Pedro Guimarães, a instituição financeira reduziu sensivelmente o aporte à elite do esporte. Os contratos com CBAt e CBG, que eram válidos até dezembro de 2020, foram renovados neste ano já sob esse novo conceito.

publicidade