Outros

Schalke planeja vender franquia de League of Legends por € 30 milhões

por Redação
A
A
Schalke planeja vender franquia de League of Legends por € 30 milhões
publicidade

O Schalke está negociando a venda da própria vaga no Campeonato Europeu de League of Legends (LEC). O clube, que terminou na última colocação da Bundesliga e acabou rebaixado para a segunda divisão na temporada 2020/2021, está em conversações com "uma ou mais partes não reveladas", de acordo com o Esports Observer (TEO).

O diretor administrativo do Schalke e-Sports, Tim Reichert, também disse à TEO que "ainda não há uma decisão final" sobre o negócio, acrescentando que ele espera que o clube tenha uma atualização sobre a venda potencial em "10 a 14 dias".

Em uma declaração à TEO, o gerente de relações com a mídia do Schalke, Sascha Marx, afirmou: "Sempre dissemos que vender partes do nosso negócio de esportes seria uma forma de gerar renda. Informaremos ao público quando tal venda tiver sido realizada".

Segundo o jornal alemão Bild, o clube está procurando vender seu espaço por € 30 milhões. Com esse valor, os alemães teriam um lucro de € 22 milhões.

Se o negócio for concretizado, o que exigiria a aprovação do desenvolvedor do League of Legends (LoL), a Riot Games, ainda não está claro se os jogadores da franquia iriam para o novo proprietário ou quando a nova organização estaria apta a participar da competição.

publicidade

O Schalke vem pesando uma venda de seu espaço no LEC desde fevereiro, uma decisão em grande parte provocada por dívidas superiores a € 200 milhões.

Apesar de seu primeiro rebaixamento em 30 anos, o clube conseguiu manter a Gazprom, empresa de energia russa que é a maior exportadora de gás natural do mundo, como sua patrocinadora máster, tendo anunciado uma prorrogação do contrato até pelo menos 2025.

O acordo é supostamente de cerca de € 10 milhões por temporada. No entanto, a Sky Deutschland noticiou que essa quantia aumentará caso o Schalke volte à primeira divisão.

publicidade