Outros

Rio Open terá documentário no Now e Sportv para compensar adiamento

por Redação
A
A
A trajetória de Rafael Nadal no Rio Open está retratada dentro do documentário que será veiculado no Now e no Sportv
Divulgação
A trajetória de Rafael Nadal no Rio Open está retratada dentro do documentário que será veiculado no Now e no Sportv
publicidade

Há sete anos que o mês de fevereiro entrou para o calendário do tênis mundial com a realização do Rio Open, torneio de saibro ATP 500. Em 2021, com a pandemia do coronavírus ainda descontrolada, a IMM, organizadora do evento, encontrou um meio de não deixar o Rio Open “desaparecer” do calendário, depois de anunciar o adiamento sem data definida do torneio neste ano.

Na próxima quinta-feira (11), a plataforma NOW vai lançar o Rio Open DOC., documentário que vai recontar os sete primeiros anos de história da competição. A escolha da plataforma não é em vão. Desde seu início, o Rio Open tem como principal parceiro comercial a Claro, que apresenta a competição.

Com a narração de Glenda Kozlowski, o documentário entrevista jogadores que passaram pelo maior torneio de tênis da América do Sul, como Rafael Nadal, e relembra jogos momentos que marcaram o Rio Open. Boa parte do material que é apresentado foi colhida durante os sete anos do evento.

publicidade

“Desde o início, fomos sentindo que o material gerado durante a história do Rio Open mereceria uma celebração. Coincidiu de ficar pronto em um momento desafiador e de dificuldade pra todo mundo.  O Rio Open Doc. é uma mensagem de superação, de crença na vitória, de grandes viradas que o esporte proporciona. Que as pessoas encontrem inspiração e diversão com a memória de um evento que continuará trazendo esta mensagem”, afirma Marcia Casz, diretora do Rio Open.

O documentário relembrará alguns de seus jogos mais marcantes, como o duelo épico entre Rafael Nadal e Pablo Andujar, a primeira vitória do italiano Fabio Fognini sobre o Rei do Saibro, e o jogo da madrugada entre Nadal e Pablo Cuevas. Além disso, a peça relembra a relação da torcida brasileira com os ídolos locais, além de lembrar as homenagens a astros com o Gustavo Kuerten e Maria Esther Bueno.

“Fiquei arrepiado ao relembrar a história desses sete anos de Rio Open. Quando vi as imagens do Nadal e Ferrer me deu a sensação que foi ontem que eles estiveram no Brasil. É muito especial poder reviver os momentos marcantes, jogos emocionantes, explosão da torcida, momentos controversos e até das chuvas que fazem parte da nossa história”, afirma Luiz Carvalho, diretor do torneio.

Além da parceria com a Claro para mostrar o documentário no Now, a IMM fechou um acordo com o Sportv, que desde 2014 é o parceiro de mídia oficial do evento, para exibir o filme na segunda-feira, dia 15 de fevereiro, às 19h.

publicidade