Outros

Danone lança competição que combina exercícios físicos e e-Sports

por Redação
A
A
Danone lança competição que combina exercícios físicos e e-Sports
publicidade

A Danone lançou, nesta quarta-feira (21), o Danone Nations Club, uma competição on-line que combina exercícios físicos e e-Sports, com o suporte de embaixadores internacionais famosos. O projeto faz parte da Danone Nations Cup, torneio mundial de futebol para crianças que existe desde 2000.

As crianças de 10 a 15 anos que resolverem participar terão que enfrentar desafios que exigem habilidades físicas e mentais. Todos os jogadores competirão internacionalmente uns contra os outros, enfrentando desafios promovidos por embaixadores. Ao participar, os usuários ganharão Pontos de Impacto que definirão a sua classificação nas diferentes tabelas de classificação. Quanto mais as crianças se exercitarem e praticarem, mais pontos vão ganhar e mais chances terão de subir na tabela de classificação.

publicidade

Para o desafio, a marca convidou Raphaël Varane, zagueiro do Real Madrid; Ada Hegerberg, primeira mulher a ganhar uma Bola de Ouro, e o Prof. Muhammad Yunus, inventor do microcrédito e de negócios sociais, e vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 2006.

Ao final da temporada de 2021, os onze maiores pontuadores da tabela de classificação global e os oito finalistas nos e-Sports serão convidados a viajar para conhecer um campo de futebol famoso com os embaixadores e viver uma "experiência definitiva" em relação ao futebol, com direito a ser treinado pelos embaixadores e em uma equipe profissional, além de muitas outras surpresas que serão reveladas conforme as condições sanitárias permitirem até o final do ano.

Vale lembrar que a Danone Nations Cup é o maior torneio mundial de futebol para crianças, sejam meninos ou meninas, com idades entre 10 e 12 anos, que homenageia jovens prodígios do futebol de todo o mundo desde a sua criação em 2000. O evento, que não poderá ser realizado de maneira física em 2021 por conta da pandemia do coronavírus, conta com o apoio do francês Zinedine Zidane, campeão do mundo em 1998, há mais de 15 anos.

publicidade