Outros

Após Nike, Centauro compra NWB, dona do canal Desimpedidos

por Erich Beting - São Paulo (SP)
A
A

A NWB, dona de diversos canais no YouTube, entre eles o mais famoso Desimpedidos, acaba de ser vendida para o Grupo SBF, dono da marca Centauro e que recentemente comprou por R$ 1 bilhão a operação da Nike no Brasil. A compra acaba de ser anunciada em "fato relevante" enviado aos acionistas do grupo. De acordo com a empresa, será pago R$ 60 milhões para a aquisição da NWB e de todos os seus ativos, que incluem os canais Desimpedidos, Acelerados, Fatality e Falcão 12, além de 80 afiliados.

De acordo com o Grupo SBF, o acordo foi feito "pelo valor estimado de R$ 60 milhões, sujeito a determinados ajustes de preço com base no capital de giro, caixa e endividamento do Grupo NWB".

Atualmente, todos os canais da NWB somam mais de 81 milhões de seguidores no Instagram e 73 milhões de inscritos no Youtube. Desde que iniciou sua operação, em 2013, a rede acumula mais de 10 bilhões de visualizações em seus canais no Youtube.

publicidade
Fred, principal apresentador do canal Desimpedidos, que acaba de ser vendido para a dona da Centauro (Foto: Divulgação)
Fred, principal apresentador do canal Desimpedidos, que acaba de ser vendido para a dona da Centauro (Foto: Divulgação)
publicidade

O negócio representa a entrada do Grupo SBF no universo do conteúdo e do entretenimento, seguindo uma tendência que algumas grandes empresas têm feito, comprando empresas de mídia.

Ainda de acordo com a SBF, o negócio dá "acesso a novas expertises que vão aprofundar a relação do grupo e suas empresas com toda a audiência do esporte, com potencial para gerar valor através da ampliação do tráfego orgânico, da promoção das marcas do grupo nos canais NWB, do crescimento da audiência nos canais do Grupo NWB e do aumento da conversão, por meio de engajamento e recorrência".

Por meio dos quatro canais-âncora e de seus afiliados, o Grupo NWB lança, em média, 150 vídeos inéditos por semana, somando mais de 1,9 bilhão de visualizações por ano.

A iniciativa é mais um passo do SBF na disputa pelo varejo esportivo. Há dois anos, a empresa perdeu a concorrência com a Magazine Luiza pela compra da Netshoes, principal e-commerce de esportes do país. Desde então, o grupo anunciou a compra da operação da Nike e, agora, faz o movimento junto com a NWB.

publicidade