Motor

Fórmula 1 adia GPs da Austrália e China e anuncia volta de Imola

por Redação
A
A

A Fórmula 1 está tendo que alterar o seu calendário com 23 corridas.  A Covid-19 impedirá que a temporada comece como planejado em Melbourne, Austrália, e começará uma semana mais tarde do que o planejado. Pela terceira vez, a cidade australiana está entregando o bastão a Sakhir, Bahrein, em 28 de março.

O Grande Prêmio da Austrália foi transferido para 21 de novembro. Além disso, devido às atuais restrições de viagem, o Grande Prêmio Chinês de 2021 não acontecerá na data programada.

publicidade

Segundo a agência ANSA, a lacuna deixada no calendário pela China será preenchida por Ímola, na Itália, que retornará ao evento em 12 de setembro, após 14 anos de ausência, com o terceiro Grande Prêmio, a ser realizado entre 30 de abril e 2 de maio.

O Circuito da Catalunha sediará o Grande Prêmio da Espanha no dia 9 de maio, após renovação por mais uma temporada, com a Liberty Media, proprietária da Fórmula 1 para sediar o Campeonato Mundial.

A temporada da Fórmula 1 começará no dia 28 de março e terminará no dia 12 de dezembro em Abu Dhabi, sete dias depois do previsto devido ao atraso no início da temporada.

publicidade
F1 já conta com duas corridas adiada por conta da pandemia.
Crédito: Reprodução
F1 já conta com duas corridas adiada por conta da pandemia.
publicidade

Corinthians Feminino assina com a Vitasay50+ para a Copa Libertadores