Futebol

Uefa muda formato da Champions em meio à crise da Superliga

por Redação
A
A

Um dia após o anúncio da criação da Superliga, a Uefa realizou nesta segunda-feira (19) uma reunião com o seu Comitê Executivo. No encontro, um novo formato para a Champions League foi aprovado.

O campeonato vai mudar de tamanho: de 32 para 36 equipes participantes, sem a tradicional fase de grupos de oito chaves e quatro times. A competição passará a adotar um formato tradicional de liga, neste caso chamado de "modelo suíço".

Cada equipe terá um mínimo de dez jogos e os oito melhores classificados na fase inicial se garantirão diretamente no mata-mata. Os times que terminarem entre a nona e a 24ª posição na tabela geral vão encarar um playoff. Os 16 "sobreviventes" disputarão às oitavas de final.

O mesmo formato será aplicado na Liga Europa (mínimo de oito partidas de liga) e na nova Europa Conference League (seis partidas). Ainda será discutido se essas duas competições serão também expandidas para 36 equipes.

Com as novas regras, a Liga dos Campeões passará a ter 225 jogos, ou seja, 100 a mais do que os atuais 125.

“Esse formato evoluído vai manter vivo o sonho de qualquer time da Europa de participar da Liga dos Campeões graças aos resultados obtidos dentro de campo, e também vai permitir viabilidade a longo prazo, prosperidade e crescimento para todos do futebol europeu, não apenas um pequeno e auto-escolhido cartel”, declarou o presidente da Uefa, Aleksander Čeferin.

publicidade