Futebol

Santander não renovará patrocínio com a Champions League

por Redação
A
A
Santander não renovará patrocínio global com a Uefa.
Crédito: Reprodução
Santander não renovará patrocínio global com a Uefa.
publicidade

O Banco Santander decidiu não continuar patrocinando a Champions League. De acordo com o 2Playbook, entre as razões está a necessidade de ajustar os custos na situação atual, mas que o compromisso com o futebol permanece.

Em declarações ao portal, Enrique Arribas, chefe de marca e marketing corporativo do Banco Santander, confirma a decisão e observa que o patrocínio do torneio "foi muito bem sucedido, nos permitiu fortalecer a marca Santander e nos ajudou a atrair clientes em todo o mundo". Apesar disso, "continuamos agora a apoiar o esporte e o futebol com nossos patrocínios na Espanha, América Latina e outros mercados, fiéis ao nosso compromisso com o progresso das comunidades nas quais estamos presentes".

A saída do Santander é a segunda baixa na competição. Recentemente o Facebook anunciou que não estenderá seu contrato para transmitir 32 jogos por temporada  para a América Latina.

Os termos econômicos do acordo nunca foram tornados públicos, embora o setor tenha sempre avaliado o preço de seus principais patrocínios em cerca de 50 milhões de euros por ano. Entretanto, a empresa sempre deixou claro que o custo agregado de seu investimento em competições estava abaixo deste valor, que é semelhante ao valor gasto em cada temporada que esteve com a equipe de Fórmula 1 da Ferrari.

publicidade

Prevent Senior acerta com Time Brasil até 2024