Futebol

LaLiga reduz teto salarial das equipes em € 583 milhões

por Redação
A
A

A LaLiga cortou os gastos que os clubes podem fazer com salários durante a temporada 2020-2021. No total, os clubes da Primeira e Segunda Divisão poderão gastar um máximo de € 2.57 bilhões, o que é 18,5% menor do que na temporada 2019-2020.

Na última temporada, o limite salarial para a Primeira e Segunda Divisão foi de € 3.1 bilhões, ou seja, € 583 milhões a mais do que o marcado pela LaLiga para este 2020-2021.

publicidade
publicidade

O corte principal vem na primeira divisão, que reduz seu limite salarial em 604 milhões de euros, o que é 20,6% menor do que em 2019-2020. No total, na Primeira Divisão, eles poderão gastar € 2.3 bilhões, longe dos € 2.9 bilhões do ano passado.

O clube que mais poderá gastar é o Real Madrid, que tem um limite salarial de € 468 milhões. Na segunda posição está o FC Barcelona, com um limite de € 382 milhões.  Em ambos os casos, o limite salarial foi reduzido consideravelmente, ou seja, em 26,9% e 43%, respectivamente.

Entretanto, os clubes da Segunda Divisão viram o teto salarial aumentar em 9,6%, de € 216 milhões em 2019-2020 para € 237 milhões neste ano. Isto significa € 20.8 milhões de euros a mais do que o limite salarial do ano anterior.

publicidade

Lenovo renova patrocínio do Prêmio eSports Brasil 2020