Futebol

Governo do Rio autoriza retorno do público ao estádio; Paes diz que irá revogar

por Redação
A
A

A Prefeitura do Rio de Janeiro e o governo do Estado liberaram o acesso parcial de torcedores aos estádios de futebol. A medida foi divulgada na manhã desta quarta-feira (13) em meio a números crescentes de casos de Covid-19.

Segundo a resolução conjunta publicada no Diário Oficial do Município, arenas com capacidade superior a 8 mil pessoas poderão operar com até 1/5 do total de assentos caso a classificação de risco para contágio de Covid-19 na região for considerada moderada ou com 1/10 se a classificação de risco for alta.

publicidade

O prefeito Eduardo Paes voltou atrás e anunciou que irá revogar a medida. "A decisão de liberar os estádios com uma ocupação máxima de 1/10 está correta tecnicamente, de acordo com nossa secretaria de saúde. No entanto, obviamente trata-se de medida quase impossível de ser fiscalizada. A medida será revogada,” escreveu Paes em uma rede social.

A classificação de risco é divulgada todas as sextas-feiras e na última atualização a região do estádio do Maracanã, na zona norte da capital fluminense, era considerada de risco de transmissão alta. Considerando a capacidade oficial de 78 mil pessoas, um jogo no estádio poderia ter 7,8 mil torcedores na semana.

publicidade
Maracanã poderia receber 7,8 mil pessoas
Crédito: Reprodução
Maracanã poderia receber 7,8 mil pessoas
publicidade

Mesmo que aprovado pelos governos locais, a liberação ainda precisa do aval da CBF, que já sinalizou em outras ocasiões que isso só irá acontecer quando houver consenso entre os 20 clubes da Série A.

publicidade

Jovem Pan lança mesa redonda Canelada com youtubers e ex-Globo