Futebol

FPF coloca jogos de Corinthians e Palmeiras em Volta Redonda

por Redação
A
A

Corinthians e Mirassol, partida originalmente marcada para o último fim de semana, será disputada na terça-feira (23), em Volta Redonda, no Rio de Janeiro. O jogo está confirmado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) para às 21 horas.

O anúncio acontece algumas horas após a entidade divulgar a decisão de respeitar a Fase Emergencial do Estado de São Paulo. Em comunicado, a FPF afirmou ter suspendido o Paulistão até o dia 31 de março, o que abrangeria três rodadas do torneio.

Com o acerto com o Governo do Rio de Janeiro, o cenário mudou. A primeira ideia era fazer uma rodada dupla, com São Bento e Palmeiras na tarde de terça-feira (23). O clube da capital, no entanto, não aceitou a data, e a partida foi remarcada para quarta-feira (24).

Volta Redonda, por sinal, será a terceira sede de São Bento e Palmeiras. Marcado originalmente com o mando da equipe do interior, o jogo foi recolocado em Belo Horizonte para que as restrições de eventos esportivos em São Paulo fossem dribladas. O Governo de Minas Gerais, no entanto, recuou e, com isso, o encontro foi cancelado.

publicidade
Estádio Raulino de Oliveira receberá jogos de Corinthians e Palmeiras pelo Paulistão
Estádio Raulino de Oliveira receberá jogos de Corinthians e Palmeiras pelo Paulistão
publicidade

O Estado do Rio se mostrou mais flexível ao futebol, ainda que, nesta segunda-feira (22), o prefeito da capital, Eduardo Paes (PMDB), tenha proibido os jogos entre os dias 26 de março e 4 de abril na maior cidade da região.

A decisão de jogar em Volta Redonda não agradou a todos. O zagueiro do Palmeiras, Felipe Melo, ironizou a medida da Federação Paulista em sua conta pessoal no Twitter. “Então em outros estados não tem mais vírus? A gente não pode jogar em SP, mas pode jogar fora de SP? É isso mesmo? Avisem aí, pra eu levar minha família pra lá!”, reclamou.

Em nota, a Federação Paulista afirmou que os protocolos usados no Paulistão será todos replicados em Volta Redonda. A cidade, por outro lado, exige uma logística bem mais arriscada para os times em tempos de pandemia. Na região de São José do Rio Preto, Mirassol fica a mais de 700 km de Volta Redonda, o que forçará o clube a uma viagem de ônibus e avião.

publicidade