Futebol

Em nota, Soriano afirma ter “esquecido” valores do City

por Redação
A
A
publicidade

O CEO do Manchester City, Ferran Soriano, lançou uma nota para “entrar em contato diretamente” com os torcedores do time. No texto, o executivo justifica a presença do time na Super Liga, mas afirma ter “não ter se lembrado” de valores da equipe e da ligação com os torcedores.

“Ao fazer essa escolha, não nos lembramos da ligação inquebrantável entre a paixão de nossos fãs e o direito de ter a oportunidade de conquistar o sucesso. É uma verdade fundamental para o DNA do Manchester City e a diretoria lamenta profundamente ter tomado uma decisão que perdeu de vista os valores históricos do clube. Cometemos um erro e pedimos sinceras desculpas aos nossos fãs”, afirmou Soriano.

publicidade
CEO do City, Ferran Soriano escreveu carta aos torcedores da equipe (Foto: mancity.com)
CEO do City, Ferran Soriano escreveu carta aos torcedores da equipe (Foto: mancity.com)
publicidade

Segundo o executivo, o clube permanecerá empenhado em manter o funcionamento da pirâmide do futebol inglês e europeu. E que a diretoria aproveitará a oportunidade para recuperar a confiança dos stakeholders do City.

O curioso é que Soriano se tornou na última década um “guru” do futebol justamente por colocar o Barcelona em outro patamar no futebol mundial. A ascensão do clube foi descrita no livro assinado pelo executivo, “A bola não entra por acaso”.

Na obra, Soriano conta como o processo de profissionalização do Barcelona, liderado pelo próprio executivo, transformou o time em uma das maiores potências do esporte. Segundo o levantamento do Football Money League, da Deloitte, a equipe catalã é hoje a mais rica do mundo. No início do século, ela não estava entre os dez maiores faturamentos, o que colocaria a presença do time na Super Liga em risco.

publicidade