Futebol

Conmebol oficializa FC Diez; saiba detalhes do acordo com a agência

por Erich Beting
A
A
FC Diez Media é parceira da Conmebol desde 2019; novo acordo é válido para quadriênio 2023-2026
Divulgação
FC Diez Media é parceira da Conmebol desde 2019; novo acordo é válido para quadriênio 2023-2026
publicidade

A Conmebol acaba de oficializar o acordo com a agência FC Diez Media para explorar comercialmente os direitos de todas as competições de clubes da entidade entre os anos de 2023 e 2026, conforme a Máquina do Esporte havia antecipado.

De acordo com a entidade, o negócio deverá ser assinado em até 60 dias. Desde dezembro que a licitação para a escolha da agência esteve aberta.

Segundo apurou a Máquina do Esporte, a proposta da FC Diez acabou sendo a única apresentada para a entidade. Nela, a agência terá 1% sobre a arrecadação de todos os contratos até a soma de US$ 300 milhões por ano. O modelo é diferente daquele implementado no ciclo anterior (2019-2022), em que a FC Diez garantiu um valor mínimo de US$ 1,4 bilhão para a entidade num período de quatro anos e correu todos os riscos do negócio.

A proposta vencedora, porém, consta com uma cláusula imposta pela Conmebol que afugentou outros potenciais concorrentes. A entidade passou a exigir, por contrato, que caso ocorra cancelamentos de contratos por conta de força maior, como os ocorridos no ano passado com o Grupo Globo na Libertadores e o DAZN na Sul-Americana, a agência terá de arcar com o prejuízo da ruptura.

No atual ciclo de direitos de transmissão, a saída do Grupo Globo da Libertadores representou uma queda de cerca de US$ 35 milhões na arrecadação com a venda de direitos.

O acordo entre FC Diez e Conmebol prevê a venda de direitos das competições Conmebol Libertadores (masculina e feminina), Sul-Americana, Recopa, Libertadores de futsal e de futebol de praia, além da Libertadores sub-20.

publicidade