Futebol

Com Desimpedidos, Centauro quer montar plataforma de OTT

por Redação
A
A

Após anunciar a compra, por R$ 60 milhões, do grupo NWB, dono do canal Desimpedidos, o Grupo SBF, dono da Centauro, disse que pretende acelerar os negócios da empresa de mídia e, em breve, lançar uma plataforma de OTT para a transmissão de eventos esportivos, além de fantasy games. 


As revelações foram feitas em conversa que contou com as presenças do diretor presidente da SBF, Pedro Zemel, e do diretor de relações com investidores, José Luís Magalhães Salazar. Eles explicaram ao mercado o que está por trás da compra.


"A NWB ajuda a engajar a audiência de nossos ativos. Ela permite, por exemplo, que a gente gere fluxo para a Centauro, que a gente pense em soluções que reforçam a estratégia de social commerce da empresa", afirmou Zemel na apresentação.

publicidade

A aquisição da NWB é o segundo passo do Grupo SBF para criar o que ele chama de "ecossistema do varejo esportivo". No começo do ano, o grupo surpreendeu ao anunciar a compra da operação da Nike no Brasil, que foi concretizada há poucas semanas após as aprovações do Cade e deu lugar à criação da Fisia, empresa que será responsável por tocar as operações da Nike no mesmo prédio da SBF. 


Agora, o mesmo trâmite acontecerá com a NWB. Após o negócio ser concluído, porém, a promessa é de que a empresa continuará funcionando de forma independente. A garantia dada a isso é, também, para assegurar que o maior contrato de patrocínio que existe com o canal Desimpedidos, o maior da NWB, não sofra alteração. A Adidas é a parceira comercial mais antiga e significativa do veículo e poderia ver o negócio abalado por conta da relação da SBF com a Nike.


"A NWB será uma unidade de negócios independente, com escritório próprio. E tem a intenção e ambição de servir clientes da melhor maneira possível. Nossa intenção é manter assim, com essa independência. Isso é primordial para que o caldo de criatividade que possibilita que eles sejam bem-sucedidos siga funcionando".

publicidade
Fred, apresentador do Desimpedidos
Fonte: Divulgação
Fred, apresentador do Desimpedidos
publicidade

Dentro dessa lógica, outra premissa que faz parte do acordo é a manutenção de todos os profissionais que fazem parte do dia a dia da empresa de mídia. Nomes como o dos apresentadores Fred, Bolívia e Alê Xavier seguem à frente do canal.


"A premissa do acordo é que as pessoas se comprometam com o longo prazo do projeto do grupo. Eles também ficaram empolgados com o valor que eles podem gerar para o ecossistema e que o ecossistema pode gerar para eles. É um acordo de longo prazo que estimula e garante essa premissa", afirmou Pedro Zemel.

publicidade