Futebol

Com 191 países, final da Libertadores 2020 terá maior alcance da história

por Redação
A
A

A decisão da CONMEBOL Libertadores entre Palmeiras e Santos que acontecerá no sábado (30), no Maracanã, tem como tema ser uma “Final de Outro Mundo”. E a grandeza da partida não ficará apenas em campo. Essa será a maior distribuição da história da competição: 191 países irão transmitir o confronto paulista. A final anterior entre Flamengo e River Plate foi transmitida para 186 países.

Além dos acordos na América do Sul com SBT, Espn/Fox Sports, Facebook e Conmebol TV, a Libertadores estará presente em algumas das principais redes de televisão do mundo, como BeIn Sports, BBC, CCTV, Match TV e Sport TV Portugal. Os fãs de futebol poderão, inclusive, acompanhar a partida ao vivo em voos comerciais, em acordo costurado com a Sport24.

“A Conmebol está comprometida em continuar investindo na internacionalização da Libertadores, respondendo assim pela crescente demanda que existe para assistir a o nosso torneio em todos os continentes, e que já hoje é uma das principais competições de futebol no mundo. Estamos orgulhosos em saber que a final desse ano terá a maior distribuição da história”, comentou diretor comercial da Conmebol, Juan Roa.

publicidade
Rio de Janeiro receberá a final da Libertadores de 2020 (Foto: Divulgação)
Rio de Janeiro receberá a final da Libertadores de 2020 (Foto: Divulgação)
publicidade

A Conmebol e a FC Diez Media, agência responsável pelas competições de clubes da entidade, têm conquistado esse avanço na internacionalização da competição por conta de uma aproximação país a país nos mercados internacionais, tanto do ponto de vista de vendas de direitos de transmissão, como na gestão dos acordos.

Além disso, a Conmebol fez um grande investimento na comunicação nos jogos, com gráficos e narrações em três idiomas (português, inglês e espanhol), o que faz com que a partida chegue pronta em outros mercados, narrado e comentado por profissionais que têm conhecimento do futebol local.

“A Libertadores é movida pela paixão e desejo dos torcedores sul-americanos. É exatamente dessa forma que levamos a competição aos mercados internacionais, com alto nível de produção e transmissão, que dá muita ênfase na forma de jogar e de torcer na América do Sul”, explicou o Head de Media da FC Diez, Felipe Aquilino.

Essa é uma linha seguida em todas as áreas da agência em parceria com a Conmebol. No marketing e patrocínios, todas as ações realizadas durante 2020 e pensadas para a final foram desenhadas sob medida, garantindo que Libertadores continue sendo para os parceiros, a melhor plataforma de relacionamento com o público no futebol. No digital, a criação de conteúdo foi planejada para tornar o torcedor protagonista, apesar do distanciamento social, e entregar material de qualidade à imprensa, detentores de direitos e claro, os próprios fãs.

publicidade