e-Sports

CBF fecha patrocínio para seleção brasileira virtual

por Redação
A
A

A Confederação Brasileira de Futebol fechou um patrocínio exclusivo para o time de e-Sports, a chamada “eSeleção Brasileira”. A Max Racer, empresa especializada em cadeiras para jogadores, acertou um contrato de dois anos com a iniciativa.

Centrada no jogo Fifa, da EA Sports, a eSeleção Brasileira foi montada em 2020 pela CBF. O aporte da Max Racer é o primeiro patrocinador da equipe de futebol virtual.

publicidade
Seletiva da seleção brasileira em 2020 (Foto: Fernando Torres / CBF)
Seletiva da seleção brasileira em 2020 (Foto: Fernando Torres / CBF)
publicidade

Além de entrar na categoria de patrocinador do time, a empresa terá o direito de fazer cadeiras licenciadas com a marca da seleção brasileira. E, como primeira ativação ao acordo, a Max Racer abrirá uma votação no Twitter para decidir o desenho da cadeira do time.

Os e-Sports têm sido vistos com maior carinho pela CBF nos últimos anos. Além da seleção brasileira, a entidade aposta no torneio virtual do Brasileirão. A aposta, por sinal, rendeu até patrocínio da Konami para além das telas, com aporte ao principal torneio do futebol nacional.

publicidade

Universidade Católica de Santa Catarina lança curso de marketing no futebol