Basquete

NBB celebra boom digital nas finais da temporada 2020/2021

por Redação
A
A

Primeira liga esportiva brasileira a adotar o conceito de transmissão multiplataforma, há quatro anos, o NBB teve, em 2020/2021, o seu maior crescimento digital durante a disputa das finais da temporada, impulsionado por uma nova maneira de encarar o conteúdo nas redes sociais.

Por meio de conteúdos produzidos para patrocinadores, ampliação da oferta em novas plataformas, conversa com contas de outras competições esportivas e lives para ‘esquentar’ grandes eventos, como as finais, a Liga Nacional de Basquete conseguiu mais de 2 milhões de visualizações de vídeos, quase 450 mil interações com os fãs e mais de 16,5 milhões de impressões apenas na semana em que Flamengo e São Paulo disputaram o título, vencido pela equipe carioca em apenas três partidas.

“As Finais do NBB 2020/2021 tiveram um enorme impacto no ambiente digital. Tivemos experiências para todos os gostos, tanto na TV quanto nas mídias sociais. Entre as principais iniciativas estão jogos ao vivo na Twitch, ação com a Copa Libertadores e outros conteúdos em parceria com patrocinadores”, disse a liga em comunicado enviado à Máquina do Esporte com o resumo das ações.

Confira a seguir quais ações foram feitas pelo NBB nas finais e os resultados alcançados:

publicidade

Final multiplataforma

Foram quatro plataformas exibindo ao vivo os jogos das Finais do NBB 2020/2021: ESPN (TV fechada), TV Cultura (aberta), DAZN (streaming por assinatura) e Twitch (mídia social, de forma gratuita). Na ESPN, os jogos das Finais tiveram uma audiência três vezes maior do que a média registrada na fase de classificação.

Na Twitch, sete canais diferentes “streamaram” as partidas e usaram suas características para levar ao fã experiências completamente distintas. Os canais foram: NBBoficial, Nunca Mexa, Marcelo D2, Café Belgrado, Tio Predella, Basquete Pra Vida e Fresno.

A ação inédita, que foi oferecida pela Budweiser, ainda trouxe um game interativo em tempo real. Nele, o usuário foi impactado por enquetes e perguntas preditivas aparecendo na própria tela da Twitch, sem interferir no jogo. Os fãs acumularam pontos, que ao final de cada confronto, valeram prêmios oferecidos pelo NBB.

Essa iniciativa inovadora foi fruto de uma parceria com a empresa americana Sport Buff, especializada em engajamento e gamificação para aprimoramento da experiência do fã do esporte em vídeos ao vivo e sob demanda.

NBB + Libertadores

Outra iniciativa para promover a final entre Flamengo e São Paulo foi a live em conjunto com a Conmebol Libertadores, o maior campeonato de futebol do continente. A ação foi ao ar nos canais oficiais da Libertadores e do NBB no Facebook e na Twitch e consistia em trazer reações de quatro torcedores/influenciadores (dois de cada clube) revivendo confrontos clássicos no futebol e no basquete entre os times, além de Top 5 de cada um dos finalistas no NBB.

Os rubro-negros convidados foram Zopilote (Canal Zopilote) e Bianca Barros (Canal Tô na Arquibancada), enquanto os tricolores foram Danilo Soto (Canal Desimpedidos) e João Pedro Sgarbi (Notícias do Tricolor). A mediação ficou por conta de Bianca Molina (Libertadores) e Marcel Pedroza (NBB).

publicidade

Pré e Pós-Jogo Budweiser

Pelo segundo ano consecutivo, a Budweiser ofereceu também os programas de Pré e Pós-Jogos de cada partida das Finais do NBB, que foram ao ar nos perfis oficiais do NBB no Facebook, YouTube e Twitch. Com convidados especiais, entrevistas diretamente da quadra do Maracanãzinho e mais, o programa deixou o fã no clima das Finais, tanto antes quanto depois dos jogos. A ação teve mais de 60 mil visualizações totais (média de 20 mil por jogo), além de mais de 5 mil interações nas lives.

NBBet! nas Finais

Depois das 16 edições durante a fase de classificação do NBB, o NBBet!, realizado em parceria com a Betmotion, patrocinadora oficial do NBB, também ganhou espaço durante as Finais. O programa, que vai ao ar no YouTube e Facebook do NBB, discute as melhores possibilidades de apostas relacionadas àquela determinada partida. Para o Jogo 3 da série, que acabou concretizando o título do Flamengo, tivemos uma audiência recorde: foram mais de 19 mil visualizações e quase mil interações.

Super Live de aquecimento

Na véspera do Jogo 1 das Finais, o NBB realizou uma Super Live para aquecer a decisão. A transmissão teve seis horas de duração e foi ao ar no Facebook, YouTube e Twitch do NBB. Com o objetivo de engajar com as torcidas de Flamengo e São Paulo, a Super Live contou com a presença ilustre de ídolos dos dois clubes. Zico foi o convidado de honra do Rubro Negro, enquanto Muricy Ramalho, Zetti e Silas participaram pelo lado são-paulino.

Além dos momentos com os ídolos, jogadores e técnicos de Flamengo e São Paulo foram entrevistados ao vivo para falar sobre as Finais, bem como os presidentes dos dois clubes.

A programação também contou com análise tática das Finais pelos técnicos Guerrinha e Demétrius, divulgação dos indicados ao prêmio de King of The Season do NBB, bate-papo com torcedores ilustres, entrevista com Alex Garcia e por fim, um painel com narradores do NBB.

publicidade

Bolas de 3 pelo planeta Terra

Com ajuda da MOSS Earth, parceira do NBB desde o Jogo das Estrelas, as Finais também tiveram um impacto no meio ambiente. A empresa de compra e armazenamento de créditos de carbono fechou um acordo para investir uma “MCO2 Token”, equivalente a sete árvores recuperadas, para cada bola de 3 convertida.

No total, Flamengo e São Paulo acertaram 73 bolas de 3 nas Finais do NBB e a ação rendeu 511 árvores recuperadas.

Resultados nas redes sociais

No período das Finais, as redes sociais do NBB trabalharam na promoção da série entre Flamengo e São Paulo com conteúdo diversos e uma cobertura em tempo real de tudo que aconteceu durante este tempo. Ao todo, tivemos mais de 2 milhões de visualizações de vídeos, quase 450 mil interações e mais de 16,5 milhões de impressões.

No Facebook, por exemplo, foram publicados 68 posts na linha do tempo entre os dias 20 e 30 de maio. Foram registradas 87.430 interações, 1.322.211 de visualizações de vídeos, além de 8.614.127 milhões de contas alcançadas, com direito a 10.560.815 impressões.

A página, que atualmente possui uma base de fãs de 748.942 seguidores e 703.610 curtidas, teve um ganho de 6.890 de curtidas só neste meio tempo.

Já no Instagram, os resultados também foram expressivos. Houve um crescimento de 6.517 seguidores no intervalo de dez dias, entre 20 e 30 de maio. Os posts do NBB foram exibidos nas timelines dos usuários em mais de 3 milhões de vezes, com 304.157 engajamentos (likes, comentários e compartilhamentos), além de 284.008 visualizações de vídeo fora de galerias. Nos Stories, foram mais de 1 milhão de impressões.

O Twitter, marcado pela cobertura em tempo real das rodadas durante toda a competição, seguiu a mesma tônica durante as finais, produzindo e entregando conteúdo antes, durante e depois dos jogos. Ao todo, foram 266 tweets, entre posts, replies (posts em thread) e retweets, que tiveram 3.085.764 impressões e 44 mil interações. Considerando os 104 vídeos publicados no período da decisão, houve 306.288 visualizações de vídeo.

Enquanto isso, no YouTube, foram publicados os Jogos Condensado, Melhores Momentos, Highlights de destaques das partidas, Pré e Pós-jogo Budweiser. Foram registradas 234.607 visualizações e 9,4 mil interações.

Comparativo entre Finais de 2018/2019 e 2020/2021

Em 2018/2019, a final do NBB entre Sesi Franca Basquete e Flamengo  teve uma série decidida somente no Jogo 5 e que durou praticamente um mês. Este ano, a decisão entre Flamengo e São Paulo teve três jogos e durou somente uma semana.

Mesmo com essa diferença de tempo, os números das Finais deste ano nas mídias sociais superaram os números alcançados na decisão de 2018/2019.

No Facebook, o aumento foi de 290% na base de fãs, 23,4% nas impressões, 46,6% no alcance, 13% nas interações (média por post) e 221% em visualizações totais nos vídeos (média por post).

Enquanto isso, no Instagram o ganho de seguidores foi 269% maior do que o registrado nas Finais de 2018/2019. Além disso, tivemos 47,5% mais interações (considerando média por post) e 196% mais visualizações totais (média por post).

No Twitter, canal principal do NBB para acompanhar o ‘real time’ das partidas, os resultados mais uma vez foram positivos. No comparativo, o crescimento foi de 55,0% nas interações e 54,6% no número de posts. Estes números também refletem os resultados do uso do WSC Sports durante a cobertura das partidas, que oferece uma tecnologia que facilita e maximiza o fluxo de highlights durante os jogos.

E por fim, o Youtube foi outra rede com um crescimento considerável nas principais métricas, como visualizações e interações. Foi registrado um salto de 190,7% no número de visualizações e de 203,5% em números totais de interação, além de 271% no número de inscrições no canal no período de Finais.

publicidade