Basquete

NBA abre empresa na África com investimento de ex-jogadores

por Redação
A
A
NBA abre empresa na África com investimento de ex-jogadores
publicidade

A NBA está apostando na África. A liga americana de basquete criou sua subsidiária africana com vários investidores e ex-jogadores. A nova empresa supervisionará os negócios da liga em todo o continente, incluindo a Liga Africana de Basquete (BAL), que foi lançada em 16 de maio.

A entidade estabelecerá parcerias corporativas, expandirá o conteúdo no país, gerenciará os direitos de mídia e construirá novas arenas. A NBA prevê o basquete como um dos principais esportes da África em 10 anos.

Os termos específicos do investimento não foram divulgados: entretanto, Adam Silver, comissário da NBA, explicou hoje em uma coletiva de imprensa que o valor empresarial da NBA África é de quase US$ 1 bilhão.

Neste contexto, o Grupo Yinka Folawiyo, com sede na Nigéria, e a empresa canadense Helios Fairfax Partners Corporation são investidores da empresa, assim como ex-jogadores como Dikembe Mutombo, Grant Hill, Junior Bridgeman, Luol Deng e Joakim Noah.

publicidade