Basquete

LeBron James prepara oferta para comprar Atlanta Dream

por Redação
A
A

O astro do Los Angeles Lakers, LeBron James, pode ser tornar o novo proprietário do Atlanta Dream, que disputa a WNBA, a liga feminina de basquete dos Estados Unidos. E, mais do que uma iniciativa financeira, o jogador mira o social.

O plano é tirar do time de Atlanta a atual proprietária, Kelly Loeffler, publicamente conservadora. A executiva é contra o movimento Black Lives Matter e tem lutado pela despolitização do esporte americano, algo que ganhou ainda mais peso em 2020.

Kelly Loeffler é senadora da Georgia pelos republicanos. Suas posições têm incomodado tanto alguns atletas que jogadoras da WNBA chegaram a fazer campanha por seu adversário político na última eleição.

publicidade
Jogadoras em campanha pelo adversário de Kelly Loeffler (Foto: Reprodução/Twitter)
Jogadoras em campanha pelo adversário de Kelly Loeffler (Foto: Reprodução/Twitter)
publicidade

Com a manutenção da senadora no time, as pressões passaram a aumentar para que ela vendesse sua parte. E, nesta quarta-feira (6), LeBron James explicitou seu desejo em mensagem no Twitter. “Acho que vou montar um grupo de proprietários para o The Dream. Quem está dentro?”, comentou.

O desejo de LeBron foi um meio de tornar a posição da senadora cada vez mais desconfortável. Não há garantia de venda da equipe porque, claro, Loeffler não tem nenhuma obrigação de realizar a venda.

Financeiramente, a compra não deverá representar um grande problema para LeBron. A franquia de Atlanta está avaliada em cerca de US$ 15 milhões, e o jogador ganhou, somente na última temporada, US$ 40 milhões, em um claro sinal de abismo entre a NBA e a WNBA.

publicidade

Vans terá Ariadne Souza na equipe de skate amador