Basquete

Atlanta Dream está mais perto de ser vendido

por Redação
A
A

O Atlanta Dream, time da WNBA, está mais próximo de fechar negócio e ter um novo dono, colocando um fim a um período turbulento para a co-proprietária Kelly Loeffler. A notícia surge duas semanas após rumores de que LeBron James estaria interessado na franquia.

Loeffler, uma senadora republicana da Geórgia, enfrentou uma série de reações negativas após se opor ao movimento Black Lives Matter e às medidas da liga para apoiar a causa.

publicidade

As próprias jogadoras da equipe se manifestaram contra Kelly e declararam apoio ao candidato democrata nas últimas eleições. Loeffler acabou não se reelegendo.

Agora, a WNBA confirmou que os esforços estão bem encaminhados para vender a franquia. Loeffler detém 49% da equipe. A outra parte pertence ao grupo Dream Too LLC, que é proprietário da equipe desde 2011.

"No que diz respeito ao Atlanta Dream, entendemos que a venda da franquia está próxima de ser finalizada", disse a liga. "Uma vez concluída a negociação da venda, informações adicionais serão fornecidas".

Não há um cronograma específico para quando essa transação ocorrerá. Mas ela proporcionará algum encerramento para as muitas pessoas que haviam solicitado a remoção de Loeffler como co-proprietária do Dream. Jogadores da liga e da Associação de Jogadores da WNBA no verão passado procuraram essa remoção para Loeffler, um passo que a WNBA acabou não dando.

publicidade
Atlanta Dream está mais perto de ser vendido
Crédito: Reprodução / Redes Sociais
Atlanta Dream está mais perto de ser vendido
publicidade

Universidade Católica de Santa Catarina lança curso de marketing no futebol