O Flamengo fará as transmissões dos jogos pelo Campeonato Carioca em que for mandante em seu canal no YouTube, a Fla TV, mas a prioridade da equipe é conseguir finalizar uma negociação com a Globo. O clube quer que a emissora chegue a um acordo para que as partidas decisivas do torneio estejam na TV, garantindo maior exposição de marca e, claro, mais dinheiro.

LEIA MAIS: Análise: Justiça dá força para MP mudar esporte

Segundo a Máquina do Esporte apurou, o Flamengo não tem nem conversado com outras emissoras. A Medida Provisória 984/2020, decretada no último dia 18 de junho, deu o direito de arena para o clube mandante da partida. Com isso, o Flamengo ganhou a possibilidade de vender para quem quiser os jogos como mandante ou de transmitir por conta própria a partida, que é o que acontecerá até que haja um acerto com a única emissora que comprou os direitos do Carioca quando a legislação ainda exigia acordo comum entre o time mandante e o visitante dos jogos.

LEIA MAIS: Bolsonaro altera direitos de transmissão e beneficia Flamengo

LEIA MAIS: Conheça os quatro principais pontos da Medida Provisória 984

LEIA MAIS: Flamengo decide ignorar Globo e transmitirá jogo pelo Carioca

A situação entre Flamengo e Globo virou um caso de Justiça, já que, após a MP ser decretada, a Globo foi à Justiça para impedir que o clube transmitisse por conta própria seus jogos. Nesta segunda-feira (29), a Justiça do Rio de Janeiro indeferiu o pedido feito pela emissora para que não fosse possível a exibição da partida contra o Boavista, que será nesta quarta-feira (1°). No entendimento do juiz, a transmissão da partida pelo Flamengo não prejudica o negócio feito pela Globo, já que a emissora não poderia mostrar o jogo antes de a MP ser publicada.

Foto: Reprodução

O Flamengo é, hoje, o único time já classificado para a semifinal da Taça Rio. Caso vença o turno, será considerado o campeão carioca deste ano, sem a necessidade da realização de uma final do torneio. Se isso acontecer, a partir da atual decisão da Justiça, a Globo iria perder os jogos decisivos do estadual de 2020.

Sem acordo com a Globo, o Flamengo perderia exposição e uma verba maior de venda de direitos, mas poderia se apoiar na promoção de suas redes. Atualmente, o clube conta com mais de 3,6 milhões de inscritos em seu canal do YouTube. Com jogos decisivos do Carioca, poderia almejar novos recordes na ferramenta.

Flamengo e Globo não entraram em acordo pelo estadual porque a equipe entende que deveria receber mais que seus rivais. Para este ano, a emissora ofereceu R$ 18 milhões para cada uma das quatro maiores equipes do estado (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco). A diretoria rubro-negra alegou que, proporcionalmente ao que ganha no Brasileirão, deveria receber mais. Pediu R$ 81 milhões pelo torneio e não conseguiu nenhum acordo.


Notícia Flamengo Globo mídia direitos transmissão YouTube Campeonato Carioca Medida Provisória Justiça mercado gestão estratégia