No mesmo dia em que o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou as novas datas oficiais dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio em 2021, a Visa, parceira oficial da entidade, divulgou que estenderá o patrocínio aos atletas olímpicos e paralímpicos, que iria até o final deste ano, até o final do ano que vem. Dessa forma, todos garantem o aporte por um ano a mais e não serão prejudicados pelo adiamento das competições devido à pandemia do coronavírus.

LEIA MAIS: Adiamento dos Jogos Olímpicos auxilia patrocinadores do COI

LEIA MAIS: Japão prevê gasto de US$ 3 bilhões com adiamento da Olimpíada

LEIA MAIS: Coronavírus: veja cronologia da pandemia no esporte mundial

Atualmente, o chamado "Team Visa" possui 96 atletas em 27 modalidades esportivas diferentes. Entre os nomes envolvidos estão os das americanas Simone Biles (ginástica artística), Katie Ledecky (natação) e Megan Rapinoe (futebol), a colombiana Mariana Pajón (ciclismo BMX) e a mexicana María Espinoza (taekwondo), além dos brasileiros Alison Cerutti (vôlei de praia) e Daniel Dias (natação paralímpica).

Multicampeão paralímpico Daniel Dias faz parte do Team Visa (Foto: Divulgação / Visa)

"Optamos por apoiar toda a nossa lista de atletas do Team Visa e garantir que eles saibam categoricamente disso. Todos estão mantendo seus horários de treinamento, disciplina e foco na medida do possível, ao mesmo tempo em que lidam com o que está acontecendo com suas famílias e entes queridos", afirmou Chris Curtin, chefe de marca e marketing de inovação da Visa, em entrevista à Associated Press (AP).

De acordo com a empresa, desde o início do programa, em Sydney 2000, "o Team Visa tem como objetivo principal apoiar os atletas, oferecendo algumas das ferramentas e recursos de que eles necessitam para atingir seu potencial máximo, independentemente de sua origem ou histórico". Os patrocinados são selecionados com base em suas jornadas pessoais até os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, suas conquistas esportivas e também o envolvimento comunitário de cada um.

Este é o primeiro compromisso significativo oficial firmado por um grande patrocinador do COI em apoio aos atletas e paratletas após a confirmação do adiamento dos Jogos. No final da semana passada, o presidente do COI, Thomas Bach, já havia garantido que todos os patrocinadores de Tóquio 2020 manterão seus direitos para os dois eventos.


Notícia Visa Jogos Olímpicos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020 patrocínio extensão gestão estratégia mercado