A realização de uma edição do UFC no Rio de Janeiro, no dia 27 de agosto deste ano, não será a única ação da competição de MMA com foco no mercado brasileiro. A disputa também iniciará em 2011 um projeto para produzir e comercializar licenciados no país.

A responsável por isso será a empresa Exim. Ela vai gerenciar licenças do UFC em uma série de categorias, ao contrário do que é feito hoje –apenas alguns artefatos são comercializados diretamente no mercado brasileiro atualmente, enquanto a maioria é vendida somente nos Estados Unidos.

A ideia da Exim é que os licenciados do UFC cheguem ao mercado entre o fim de abril e o início de maio. Roupas, calçados, brinquedos e artigos de papelaria estão entre os primeiros itens que serão trabalhados.

“Não vamos produzir tudo aqui. Algumas coisas não fazem sentido por uma questão de logística, como réplicas do cinturão do UFC. Então, vamos importar. Teremos a linha completa da marca sendo vendida no Brasil”, disse Marcus Macedo, diretor-geral da Exim, em entrevista ao “UOL Esporte”.


Notícia Licenciamento Marketing UFC MMA