O tenista sérvio Novak Djokovic gerou polêmica com um torneio amistoso e colocou uma sombra de dúvida sobre o retorno do circuito mundial de tênis. Com público e sem protocolos para promover o distanciamento social, o evento teve que ser suspenso após dois atletas serem diagnosticados com Covid-19: o búlgaro Grigor Dimitrov e o croata Borna Coric testaram positivo para o exame da doença.

O torneio, chamado de Adria Tour, foi promovido por Djokovic e realizado dentro do complexo esportivo do tenista. O governo sérvio liberou a presença do público, que se aglomerou nas arquibancadas. Foram mais de 4 mil pessoas nas quadras, a grande maioria sem máscara e sem respeitar o distanciamento.

Foto: Reprodução / Twitter (@AdriaTennisTour)

Grigor Dimitrov participou de diversos eventos promocionais, além de ter jogado uma partida do torneio. Ao voltar para sua residência, em Mônaco, não se sentiu bem e fez o exame para o Covid-19, que confirmou a doença. Borna Coric seguiu caminho semelhante ao do parceiro da modalidade e também revelou ter o vírus.

Para piorar, Christian Groh e Marko Paniki, técnico e preparador físico de Djokovic, respectivamente, também foram diagnosticados com Covid-19. Dessa forma, é grande a possibilidade de o próprio número 1 do mundo estar infectado. Ele fez o exame e só falará sobre o assunto após obter o resultado. 

ADENDO: Na manhã desta terça-feira (23), o resultado saiu e ficou confirmado que Djokovic também contraiu o coronavírus.

O torneio teve que ser interrompido, mas não fugiu de uma série de críticas. A Sérvia teve 12 mil casos de coronavírus, com menos de 300 mortes. Com os números baixos, o Adria Tour resolveu ignorar os protocolos usados na maioria dos grandes torneios esportivos, como em jogos de futebol na própria Europa. O fato é agravado por Djokovic ser hoje o presidente do Conselho de Jogadores da ATP.

Os casos também geram preocupação porque, há uma semana, foram confirmados os Grand Slams de Nova York (US Open) e de Paris (Roland Garros), a serem realizados entre o final de agosto e o início de outubro. Os torneios da ATP e da WTA, por outro lado, contarão com uma série de medidas de segurança, o que inclui as arquibancadas sem a presença de torcedores.


Notícia Tênis Adria Tour Novak Djokovic Grigor Dimitrov Borna Coric saúde gestão marketing críticas pandemia coronavírus