Após mais de três meses paralisada por conta da pandemia do coronavírus, a Serie A italiana voltou aos gramados no último sábado (20), mas não terá mais transmissão para o Brasil ao menos pelas próximas rodadas. O motivo é que não houve um acordo entre o torneio e o DAZN, dono dos direitos de transmissão para o país.

LEIA MAIS: Por novos consumidores, DAZN cria assinatura com vale-presente

LEIA MAIS: DAZN pode vender Goal.com a grupo americano por US$ 125 milhões

De acordo com a imprensa internacional, a plataforma de streaming, que perdeu milhares de assinantes pelo fato da pandemia ter acabado com as transmissões ao vivo de futebol e de todos os outros esportes, está tentando renegociar o contrato para pagar menos à Serie A. As duas partes, no entanto, ainda não chegaram a um acordo.

A Juventus é a atual octacampeã da Serie A (Foto: Reprodução)

Com o DAZN sem os direitos, a RedeTV!, que também vinha exibindo os jogos em um contrato de sublicenciamento, também não poderá mais transmitir até que as coisas se acertem. Com isso, a única maneira do brasileiro acompanhar as partidas é pela RAI, emissora estatal italiana, que faz parte dos pacotes de assinatura de algumas operadoras de TV a cabo. A transmissão, no entanto, é inteiramente em italiano.

A parceria entre DAZN e Serie A para o território brasileiro teve início em novembro de 2018, quando a notícia foi dada com exclusividade pela Máquina do Esporte. À época, junto do torneio italiano, a plataforma de streaming ainda anunciou os direitos da Ligue 1 (Campeonato Francês) e da Copa Sul-Americana, todos os três com exclusividade para o mercado nacional.


Notícia DAZN Serie A italiana mídia direitos transmissão streaming gestão mercado brasileiro