OSBT é a nova casa da Copa Libertadores na TV aberta do Brasil, mesmo tendo oferecido, no final, menos dinheiro mínimo garantido à Conmebol pela substituição da Globo, que no mês passado pediu para cancelar o acordo usando uma cláusula provocada pela pandemia do coronavírus e que tentou, até a última hora, tentar reverter o quadro e manter-se parceira do torneio.

Por volta de meio-dia de quinta-feira (10), a Conmebol divulgou um comunicado confirmando o acerto com o novo parceiro de transmissão no Brasil. Segundo apurou a Máquina do Esporte, a assinatura com o SBT aconteceu naquela manhã, após a Conmebol se recusar a falar com executivos da Globo na noite anterior.

O SBT ofereceu cerca de US$ 15 milhões de mínimo garantido por ano para a entidade sul-americana pelos direitos do torneio. Além disso, permitirá que os parceiros da Conmebol tenham espaço durante a transmissão, algo que era vetado pela Globo.

SBT celebra a chegada da Copa Libertadores em sua grade de programação - Foto: Twitter do SBT

 

Essa flexibilização foi um dos motivos para a entidade aceitar receber menos da emissora carioca, que pagava US$ 60 milhões ao ano pelos direitos da Libertadores tanto na TV aberta quanto para um pacote na TV paga, que ainda está em negociação pelas agências FC Diez Media e IMG, detentoras desde o ano passado dos direitos comerciais da Libertadores e da Copa Sul-Americana.

Agora, o SBT vai ao mercado para tentar recuperar o investimento feito, que é o maior que a emissora já fez pelos direitos de transmissão no esporte. No mercado, já começa a ser oferecido um pacote que tem, como valor de tabela, R$ 325 milhões, com entregas de anúncio tanto na transmissões de jogos, num programa semanal aos sábados "O Melhor da Libertadores" e em alguns programas da casa.

O SBT aplica, normalmente, cerca de 75% de desconto no valor de tabela. Como a Libertadores é um produto novo para a emissora, e o mercado não vê com bons olhos o histórico da empresa de não ter paciência com a formação de público pelo futebol, tirando-o da grade nos anos 90 com contratos em vigência, acredita-se que os descontos aplicados possam chegar a até 85% nesse primeiro momento.

Isso significa que as cotas de transmissão possam ser vendidas por cerca de R$ 50 milhões cada. Assim, o SBT precisaria de pelo menos duas vendas para fechar o valor mínimo a ser pago à Conmebol e não ter prejuízo com a aquisição do torneio.

As transmissões do SBT começam na próxima quarta-feira. Serão dois jogos por rodada. A partir das oitavas-de-final, a emissora vai mostrar um jogo por rodada.


Notícia Mídia SBT Globo Libertadores