Como já virou tradição desde que foi criado em 2014, o Rio Open apostará na culinária para atrair ainda mais amantes do tênis para o Jockey Club Brasileiro, onde será disputada a sétima edição do torneio a partir do próximo sábado (15), com o início do qualifying. Em 2020, a organização promete uma verdadeira "experiência gastronômica", com um aumento de 70% na área interativa para quem for assistir ao único ATP 500 jogado na América do Sul.

Para começar, o Rio Open fechou uma parceria com a marca de sucos Greenpeople para que seja lançada uma edição limitada de um suco com a marca do torneio. Batizado de Match Point, o produto levará na fórmula uma mistura de maçã, açaí, morango, tâmara, beterraba e pimenta caiena.

O suco será vendido dentro do espaço de relacionamento do Leblon Boulevard durante o torneio e também poderá ser encontrado em pontos de venda espalhados pela cidade durante a competição. Pelo acordo, uma porcentagem da venda será revertida para os projetos sociais apoiados pelo Rio Open. Além do Match Point, os fãs de tênis que forem ao Jockey Club ainda poderão encontrar desde sabores tradicionais até o misto de laranja, cenoura e beterraba.

Fotos: Divulgação / Rio Open

Outra empresa que produzirá um produto específico para o torneio será a Las Empanadas, conhecida por receitas sem gordura hidrogenada e com ingredientes 100% naturais. Neste ano, será comercializada a Empanada Rio Open, elaborada pela chef Katia Barbosa, do Aconchego Carioca, e feita com carne de cordeiro. Sabores como carne, carne picante, calabresa com catupiry, queijo com cebola, queijo com presunto, frango com catupiry, integral de espinafre e chocolate também farão parte do cardápio.

Para 2020, o Rio Open ainda terá como grande destaque a presença do restaurante Lasai, Top 100 do mundo e dono de uma estrela Michelin. O estabelecimento contará com pratos elaborados pela chef Rafa Costa e Silva especialmente para a estreia no torneio. Entre as opções, o público terá salada de quinoa, sanduíche de peixe frito, porco assado e bolo de cacau morno, cada um combinando com outros ingredientes frescos, além de vários combos de bebidas e comidas.

"Nossa expectativa em participar do Rio Open é enorme. Sempre queremos estar ao lado dos melhores, e o Rio Open é o melhor e maior evento de tênis da América Latina. Faremos uma gastronomia que segue a nossa linha, cheia de sabor e com ingredientes locais e superfrescos", celebrou Rafa Costa e Silva.

Foto: Divulgação / Rio Open

O torneio promete agradar a todo tipo de paladar. O espaço gastronômico ainda terá as presenças do sanduíche de costela do Vulcanoo cachorro-quente da Geneal, o açaí da OakBerry, o sorvete da Momo, a pipoca do Cinemark, a tapioca da Tapí, o brigadeiro da Fabiana D'Angelo e o café da Melitta. A Scala fará pizzas assadas com a muçarela da marca, além de espetos de queijo coalho grelhado com o complemento de melaço e goiabada, e o Seu Vidal terá opções de petiscos e sanduíches gourmet.

Para completar, três bares oferecerão bebidas: o Bar Petra, com cervejas na Praça Rio Open; o Bar Salton com espumantes no Espaço Arte; e o Bar Grey Goose, com drinks à base de vodca no espaço Pedra da Gávea.

"O Rio Open é para ser aproveitado em todos os momentos e isso inclui a experiência gastronômica. Neste ano, todo o espaço do Leblon Boulevard será coberto, o que permite que o torcedor curta o evento em todos os momentos. O painel de LED com informações e a transmissão dos jogos também farão com que o fã de tênis não perca um minuto sequer da partida enquanto confere as nossas diversas e saborosas opções de gastronomia", revelou Marcia Casz, diretora geral do Rio Open.


Notícia Rio Open gastronomia experiência tênis Greenpeople Las Empanadas Lasai marketing estratégia gestão mercado