O "patrocínio turístico" parece ter cravado de vez seu lugar no futebol europeu. Dessa vez, o clube grande do continente a fechar um acordo do tipo é o Paris Saint-Germain, que assinou com o Conselho de Desenvolvimento de Ruanda (RDB) e terá a expressão "Visit Rwanda" estampada na manga esquerda da camisa de treino pelos próximos três anos.

Pelo contrato, a logomarca do país africano estará presente também na manga esquerda da camisa de jogo da equipe feminina do PSG. O acordo ainda inclui exposição nas plataformas digitais do clube francês e no Estádio Parc des Princes, onde qualquer chá ou café servidos serão obrigatoriamente vindos de Ruanda.

Foto: Reprodução / Twitter (@PSG_inside)

"Com essa parceria, aprofundaremos nosso envolvimento com os fãs na África. Essa colaboração multifacetada mostrará tudo o que Ruanda tem a oferecer e criará parcerias poderosas para contribuir para o crescimento do país. Estamos incrivelmente empolgados com a oportunidade de criar uma plataforma de intercâmbio entre Ruanda, França e o resto do mundo", declarou Marc Armstrong, diretor de parcerias do PSG.

"Investimos parte de nossas receitas de turismo em colaborações estratégicas como a do PSG, porque entendemos o efeito positivo que elas têm na percepção geral do país em todo o mundo. Isso significa atrair mais turismo, aumentar a exportação de produtos feitos em Ruanda, criar mais oportunidades econômicas para nosso povo e aumentar o emprego na nossa indústria do turismo. Hoje, 142 mil ruandeses estão diretamente empregados na indústria do turismo, ante 90 mil em 2017. No ano passado, Ruanda recebeu 1,7 milhão de visitantes no país, e esperamos fechar este ano com um número ainda maior", revelou Clare Akamanzi, executivo-chefe do RDB.

Ruanda ainda tem como objetivo aproveitar os cerca de 70 milhões de fãs que o PSG possui em todo o mundo. Para isso, promoverá a "Semana de Ruanda" em Paris, apenas com produtos fabricados no país africano. Em contrapartida, o clube francês assumiu o compromisso de organizar programas de treinamento para jovens jogadores e também treinadores ruandeses com o intuito de desenvolver o futebol em Ruanda.

Com o acordo com o PSG, Ruanda tem agora dois gigantes europeus como parceiros. O outro é o Arsenal, cujo contrato foi assinado em maio de 2018 com visibilidade na camisa de jogo e serviu como porta de entrada de patrocínios do tipo no futebol europeu. Apenas este ano, o também inglês Manchester United fechou com Malta, enquanto o espanhol Celta se acertou com as Ilhas Maldivas.


Notícia Paris Saint-Germain PSG Visit Rwanda Ruanda patrocínio marketing turismo estratégia camisa mercado