Camarote do Canindé personalizado para os donos de padaria. 

A Portuguesa resolveu se aproveitar do apelo do time entre padeiros de São Paulo. O clube fechou 13 acordos com estabelecimento do tipo e exibiu suas marcas no jogo do último fim de semana, contra o Londrina, pela Série C do Campeonato Brasileiro.

Sem um patrocínio máster, o clube quer usar a rotatividade das marcas para satisfazer todas as padarias que participam do projeto. O plano é fechar com mais sete estabelecimentos e ficar com pelo menos 20 empresas até o fim deste ano.

Assim como aconteceu na partida contra o Marília, cada jogador usará a marca de uma padaria diferente no uniforme. Embaixo do nome de cada uma, há a inscrição “Pão é na padaria!”.

Além da exposição, a Portuguesa entregou um camarote no estádio do Canindé aos donos de cada padaria.

Desde que foi rebaixada à Série B pelo tribunal desportivo da CBF, em 2013, o time paulista tem sofrido com crises financeiras.

Em abril deste ano, o clube acertou com o economista Luís Paulo Rosenberg para ser consultor da Portuguesa. O executivo foi o principal responsável por contornar as finanças do Corinthians, após o rebaixamento de 2007.

Para o marketing da equipe, um dos principais planos é reaproximar a equipe da colônia portuguesa em São Paulo.

 


Notícia Portuguesa Portuguesa Marketing