Os dois maiores torneios continentais entre seleções que seriam disputados ao final da atual temporada foram adiados para 2021 por conta da pandemia do coronavírus. As decisões foram tomadas em reuniões organizadas por Uefa e Conmebol que resultaram no postergamento em um ano da Euro e da Copa América, respectivamente.

Arte: Máquina do Esporte

Na Europa, a ideia de jogar a disputa do torneio continental para o ano que vem tem um objetivo claro: ter mais tempo para conseguir encerrar as ligas que estão paralisadas no momento para evitar uma maior proliferação do Covid-19. Como a Euro seria disputada entre 12 de junho e 12 de julho deste ano, a Uefa ganha um mês a mais na tentativa de terminar as ligas nacionais e também as continentais, como Champions League e Europa League.

A nova data da Euro será de 11 de junho a 11 de julho de 2021. As comemorações pelos 60 anos do torneio também serão mantidas, em especial a ideia de ter 12 sedes pela primeira vez na história (Amsterdã, Baku, Bilbao, Bucareste, Budapeste, Copenhague, Dublin, Glasgow, Londres, Munique, Roma e São Petersburgo).

Na América do Sul, a Conmebol seguirá o mesmo caminho. O torneio sul-americano estava previsto para começar em 12 de junho e terminar em 12 de julho deste ano, mas também ficará para o ano que vem, sendo, assim, disputado de 11 de junho a 11 de julho. Os grupos, formato e sedes da competição (Argentina e Colômbia) serão mantidos.

LEIA MAIS: Fifa estuda criação de Fundo Global de Assistência ao Futebol

Com os adiamentos, os planos da Fifa com relação ao novo Mundial de Clubes, que seria realizado pela primeira vez em meados de 2021, na China, também foram modificados. A entidade que comanda o futebol mundial já oficializou que o torneio também será adiado e deverá confirmar a nova data em breve. 


Notícia Coronavírus Covid-19 Euro Uefa Copa América Conmebol futebol pandemia adiamento calendário