Foto: @BritAthletics

A Nike esperou apenas terminar o Mundial de Atletismo em Londres para anunciar a extensão de seu contrato com a UK Athletics, órgão que rege o atletismo no Reino Unido. Em 2013, a organização foi rebatizada para British Athletics, mas ainda é legalmente conhecida como UK Athletics, nome que também é usado internamente.

O primeiro contrato entre Nike e o atletismo britânico havia sido assinado em 2014 com um valor de 15 milhões de libras. O término seria em 2020, mas a fabricante norte-americana se antecipou e renovou a parceria por mais dez anos. Os números deste novo contrato não foram revelados.

"Estamos muito satisfeitos em anunciar esta extensão de contrato importante com a Nike até 2030. É uma das colaborações mais importantes para o atletismo no Reino Unido. Além de roupas e equipamentos, garante que nossos atletas se olhem e se sintam como representantes da nação. O investimento da Nike no programa Futuros também demonstra seu real compromisso de apoiar a próxima geração de atletas britânicos", declarou Niels de Vos, diretor executivo da UK Athletics.

Com o novo acordo, a Nike garantiu que estampará os uniformes do Reino Unido nos próximos seis mundiais de atletismo, sendo o primeiro em 2019, em Doha, no Qatar, e nas próximas três edições dos Jogos Olímpicos (Tóquio 2020, Paris 2024 e Los Angeles 2028). Atualmente, os britânicos têm o multicampeão olímpico e mundial Mo Farah e os revezamentos 4x100m e 4x400m, tanto no masculino como no feminino, como grandes destaques.


Notícia Nike UK Athletics Reino Unido atletismo