Agora é oficial: a temporada 2019/2020 da NBA será retomada no dia 31 de julho. A decisão foi tomada após uma reunião que contou com os proprietários das 30 franquias que disputam a liga americana de basquete. Em teoria, ainda falta a aprovação do sindicato que representa os jogadores, mas não deverá haver objeção.

LEIA MAIS: NBA voltará em julho: entenda o porquê da escolha da Disney

LEIA MAIS: Análise: Momento atual exige fuga do tradicional

De acordo com a ESPN americana, o plano formulado pelo comissário da liga, Adam Silver, e pelo comitê consultivo e financeiro da liga foi aceito por 29 das 30 franquias. O único voto contrário foi do Portland Trail Blazers. Dessa forma, todo o restante da temporada será disputado com portões fechados e dentro do ESPN Wide World of Sports Complex, no Walt Disney World, em Orlando, na Flórida.

Pelo plano, 22 dos 30 times voltarão às quadras, sendo os 16 que estariam classificados para os playoffs no momento e mais seis que ainda têm chances (cinco no Oeste e um no Leste). Ao todo, cada equipe jogará oito partidas de temporada regular, um minitorneio que servirá como uma espécie de repescagem para definir os oito de cada lado que avançarão de fato aos playoffs.

Foto: Reprodução / Twitter (@ESPN)

Dessa forma, 13 franquias ainda estarão na briga pelo título pelo Oeste: Los Angeles Lakers, Los Angeles Clippers, Denver Nuggets, Utah Jazz, Oklahoma City Thunder, Houston Rockets, Dallas Mavericks, Memphis Grizzlies, Portland Trail Blazers, New Orleans Pelicans, Sacramento Kings, San Antonio Spurs e Phoenix Suns. Já pelo Leste serão nove: Milwaukee Bucks, Toronto Raptors, Boston Celtics, Miami Heat, Indiana Pacers, Philadelphia 76ers, Brooklyn Nets, Orlando Magic e Washington Wizards.

As outras oito equipes (Charlotte Hornets, Chicago Bulls, New York Knicks, Detroit Pistons, Atlanta Hawks, Cleveland Cavaliers, Minnesota Timberwolves e Golden State Warriors) voltarão apenas na temporada 2020/2021, que está prevista para ter início em 1º de dezembro. A ideia é que o último jogo das finais da atual temporada seja realizado em 12 de outubro, o que daria cerca de um mês e meio para os times se prepararem para a próxima temporada.

Vale lembrar que a NBA foi a primeira entre todas as grandes ligas do mundo a interromper a temporada por conta da pandemia do coronavírus. O fato ocorreu no dia 11 de março, quando o pivô do Utah Jazz, Rudy Gobert, testou positivo para Covid-19. A partir daí, praticamente 100% do universo esportivo profissional foi paralisado.


Notícia NBA Disney calendário playoffs estratégia gestão retomada marketing basquete mercado