Plataforma gratuita de transmissão via streaming, o Mycujoo terá, em janeiro de 2020, o status de maior parceiro da Federação Paulista de Futebol (FPF) na transmissão da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A plataforma será responsável por transmitir mais da metade da competição. O torneio é a maior aposta do Mycujoo para crescer no Brasil, em meio a um cenário desafiador de crescimento do streaming com players mundiais fortes, como DAZN e Facebook.

Em entrevista exclusiva à Máquina do Esporte, Terence Gargantini, diretor geral do Mycujoo no Brasil e América Latina, explica o movimento feito pela plataforma, que em 2019 conseguiu gerar receita Veja a entrevista a seguir.

Máquina do Esporte: Como a Copinha ajuda o crescimento do Mycujoo no país?
Terence Gargantini: A Copinha, além de ser o pontapé inicial da temporada de futebol do Brasil, é o maior torneio de base da América Latina, e um dos maiores do mundo. São 128 equipes de todos os estados do Brasil. Junto com a Federação Paulista, vamos transmitir cerca de 140 partidas pelo quarto ano consecutivo, ou seja, mais da metade de todo o torneio, nos dando a oportunidade de nos conectar pela primeira vez com uma grande audiência fanática por futebol. É o único torneio oficial a ser realizado nas primeiras semanas de janeiro, então todos os torcedores estão com saudades de assistir futebol e de conhecer as futuras promessas.

MdE: De que forma a plataforma tem conseguido gerar receita no Brasil?
TG: Estamos nos apresentando ao mercado, e as marcas estão começando a nos conhecer e nos incluir em seus planejamentos. O ano de 2019 foi um ano em que já conseguimos gerar receita, e 2020 será um ano de grandes desafios, mas com muitas conquistas. Temos uma audiência super selecionada, engajada, e apaixonado por futebol. São mais de 10 milhões de fãs conectadas em todo o Brasil.

MdE: Como o Mycujoo consegue se diferenciar da concorrência?
TG: Estamos surfando esta grande onda do streaming com players gigantescos, e seguimos focados no conteúdo “long tail”, ajudando nossos parceiros (clubes, federações, confederações e detentores de direitos), através de nossa tecnologia de baixo custo de produção, a entregar a seus fãs e torcedores o maior número de jogos possíveis. Com essa visibilidade, criamos um novo ecossistema, em que os parceiros são capazes de monetizar por conta desta entrega massiva de jogos. Além disso, qualquer detentor de direito pode criar, sem custo, sua própria TV e distribuir seus jogos nos quatro cantos do mundo. 

MdE: Qual o peso da Copinha para os negócios do Mycujoo?
TG: A Copinha é o pontapé inicial da temporada de futebol do Brasil e tem um peso enorme. É dali que nascem nossos futuros craques, além de ser uma competição com uma enorme aceitação dos fãs e histórias incríveis de superação. Transmitir 140 jogos pelo quarto ano consecutivo nos coloca em uma posição de destaque, abrindo-se uma centena de outras oportunidades.


Notícia Marketing Mídia Mycujoo FPF Copa São Paulo