arquivo

MotoGP divulga novo calendário 2020 com "overdose espanhola"

por Redação - São Paulo (SP)
A
A
publicidade

Após cancelar sete Grandes Prêmios (Qatar, Alemanha, Holanda, Finlândia, Inglaterra, Austrália e Japão) e adiar outros sete (Tailândia, Argentina, Américas (nos EUA), Espanha, França, Itália e Catalunha), a Dorna Sports, detentora dos direitos comerciais da MotoGP, divulgou, nesta quinta-feira (11), o calendário reorganizado da temporada 2020. Entre os destaques, o que mais chama atenção é uma verdadeira "overdose espanhola".

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

Das 13 provas confirmadas pela categoria até o momento, sete serão disputadas em território espanhol. A temporada começará no dia 19 de julho, com o Grande Prêmio da Espanha, em Jerez de la Frontera, que receberá mais uma prova na semana seguinte (26 de julho). Mais à frente, os espanhóis ainda sediarão outras cinco corridas, que serão disputadas em três circuitos diferentes.

publicidade
MotoGP divulga novo calendário 2020 com "overdose espanhola"
publicidade

Foto: Divulgação / MotoGP

publicidade
publicidade
publicidade

Além da Espanha, também receberão provas a Áustria (rodada dupla), a Itália (rodada dupla), a República Tcheca e a França. Dessa forma, todas as 13 corridas oficialmente confirmadas do principal campeonato do motociclismo mundial serão disputadas no continente europeu.

publicidade
publicidade

Os Grandes Prêmios das Américas (EUA), da Argentina, da Tailândia e da Malásia, os quatro fora da Europa, ainda terão as datas exatas confirmadas. A Dorna Sports promete divulgá-las até 31 de julho, quando o campeonato já terá sido iniciado. Com o calendário apertado, a ideia inicial é colocá-las para fechar o ano, entre 22 de novembro e 13 de dezembro, mas a decisão para esses países está sujeita à evolução da pandemia e à aprovação das respectivas autoridades. Há, portanto, a possibilidade de nenhum dos quatro GPs ser realizado.

publicidade

Corinthians Feminino assina com a Vitasay50+ para a Copa Libertadores