A Major League Baseball (MLB) anunciou, nesta terça-feira (23), que a temporada 2020 será iniciada no dia 23 de julho (ou 24, segundo a nota oficial). Com isso, confirma-se um atraso de quatro meses para as bolas, tacos e luvas voltarem aos gramados de beisebol, uma vez que a temporada estava prevista para começar no dia 26 de março, mas foi postergada por conta da pandemia do coronavírus.

LEIA MAIS: MLB pode antecipar marcas nas camisas para "salvar" franquias

LEIA MAIS: Coca-Cola não renovará com MLB por preocupação orçamentária

LEIA MAIS: MLB calcula perda de US$ 640 mil por jogo com portões fechados

Por ter um período mais curto para ser disputada, a temporada será cortada praticamente em um terço no que se refere a número de jogos. Nos últimos anos, cada uma das 30 franquias vinha fazendo 162 jogos na temporada regular, além dos playoffs. Em 2020, cada time disputará "apenas" 60 partidas, com 14 deles se classificando para a pós-temporada. Segundo o site SportBusiness, será a temporada mais curta da MLB desde 1878.

O anúncio põe um ponto-final no imbróglio envolvendo a MLB e a Associação de Jogadores (MLBPA), que aceitou os termos propostos pela liga. Os jogadores receberão uma parcela proporcional completa de seu salário de 2020 com base nos jogos disputados, o que equivale a aproximadamente 37% da temporada completa. Os times poderão iniciar os treinamentos em 1º de julho, mas com a exigência de seguirem todos os protocolos de segurança para impedir a disseminação do coronavírus.

Foto: Reprodução / Twitter (@MLB)

"A Major League Baseball está animada em anunciar que a temporada de 2020 está chegando. Nós fornecemos à Associação de Jogadores um cronograma para jogar 60 jogos e estamos empolgados em oferecer beisebol aos nossos inúmeros fãs novamente em breve", afirmou Rob Manfred, comissário da MLB, em comunicado oficial.

Segundo a liga, todos os jogadores serão submetidos ao teste de Covid-19 assim que se apresentarem para treinamentos. Só serão autorizados a iniciar os treinos aqueles que testarem negativo. Depois, no decorrer da temporada, jogadores, treinadores e funcionários serão testados todos os dias até a World Series, final da competição, que deve ocorrer em outubro.

Qualquer pessoa que teste positivo será colocada em quarentena, e dois testes negativos serão necessários para o retorno. Os jogadores também receberão verificações de temperatura e de sintomas pelo menos duas vezes por dia, e o teste de anticorpos será realizado aproximadamente uma vez por mês. A princípio, toda a temporada será disputada com portões fechados.

Com a decisão, a MLB é mais uma das ligas americanas a confirmar a retomada das atividades em julho. Antes, NBA e MLS já haviam definido 31 de julho e 8 de julho, respectivamente, para voltar. Das três, a liga de beisebol é a única que ainda não havia começado e a primeira a não determinar uma sede única para a realização da temporada.


Notícia MLB beisebol calendário retomada marketing mercado pandemia coronavírus