arquivo

Melhor uso de redes sociais: Chama Olímpica (Rio-2016)

por Redação - São Paulo (SP)
A
A
publicidade

Os 100 dias de revezamento da tocha olímpica pelo Brasil antes do acendimento da pira no estádio do Maracanã eram marcados pela incerteza. Com o clima político em polvorosa logo após o impeachment da presidente Dilma Rousseff e os Jogos ainda relativamente distantes, havia grande preocupação de como o público reagiria à passagem da tocha.

publicidade

Nas redes sociais, porém, o perfil que foi criado no Twitter para fazer a transmissão em "tempo real" da passagem da tocha pelo país roubou a cena. Bem-humorado, com grandes doses de ironia e tentando, ao máximo, transmitir a emoção da condução da tocha por 12 mil pessoas, o @ChamaOlimpica roubou a cena.

publicidade
publicidade
publicidade

A personificação do personagem, mais uma vez, mostrou-se a fórmula ideal para trabalhar a relação com o público. Por diversas vezes a "Chama" intrometia-se em conversas sobre o tema olímpico com famosos, ganhando cada vez mais popularidade.

publicidade
publicidade

Em meio a tantas falhas de organização pré-Jogos, o uso da comunicação nas redes sociais do Rio-2016 por meio da Chama Olímpica foi digno de nota.

publicidade
publicidade

O dia em que a @fbbreal me chamou para um @EncontroFatima 😍😍😍 #TBT #ChamaOlimpica https://t.co/oImzE6UFdx

publicidade
publicidade

Lenovo renova patrocínio do Prêmio eSports Brasil 2020