A mais antiga maratona do mundo não será realizada em 2020. A organização do evento (Boston Athletic Association) disputado na cidade americana de Boston anunciou, nesta quinta-feira (28), o cancelamento da edição deste ano. Será a primeira vez em 124 anos que a corrida não acontecerá na capital do estado de Massachusetts.

Originalmente marcada para o dia 20 de abril, a prova havia sido adiada para 14 de setembro devido à pandemia do Covid-19. Mesmo faltando cerca de três meses e meio para a data, a organização entendeu que não haverá condições viáveis para a realização do evento.

Foto: Reprodução

"Embora nosso objetivo e nossa esperança sejam avançar na contenção do vírus e na recuperação da nossa economia, esse tipo de evento não seria responsável ou realista em 14 de setembro ou em qualquer época do ano. Então, em vez disso, estaremos juntando e apoiando a Boston Athletic Association em uma abordagem alternativa à maratona que permite que os corredores participem remotamente e permite que todos nós comemoremos o significado que essa corrida tem para nosso espírito, nossas instituições de caridade e nossas economia local", afirmou Marty Walsh, prefeito de Boston, em sua conta pessoal no Twitter.

Como adiantado pelo próprio prefeito, os interessados poderão participar de uma maratona virtual, que poderá ser completada em qualquer momento entre os dias 7 e 14 de setembro. Os atletas precisarão percorrer a distância da prova (42.195 metros) dentro de um período de seis horas e enviar prova de tempo. Todos os "finishers" receberão um certificado oficial da organização, além de camiseta e medalha.

Com o cancelamento de Boston, o circuito das seis Majors, as principais maratonas do mundo, sofreu mais um baque. A princípio, Berlim também não será disputada este ano, enquanto Tóquio precisou cancelar a participação de todos os amadores e permitiu que a prova fosse realizada apenas por atletas de elite no dia 1º de março. Londres (que seria em abril e foi adiada para 4 de outubro), Chicago (11 de outubro) e Nova York (1º de novembro) ainda se mantém no calendário de 2020.


Notícia Maratona de Boston atletismo cancelamento gestão mercado pandemia coronavírus