Etapa final do NBB intensifica peso de mando de jogo para Bauru - Crédito Sérgio Domingues

Etapa final do NBB intensifica peso de mando de jogo para Bauru - Crédito Sérgio Domingues

A fase decisiva do Novo Basquete Brasil (NBB) tem reforçado impressões que já eram significativas durante a etapa classificatória. A influência do mando de jogo, no caso do Itabom/Bauru, ganhou ênfase nas últimas partidas do torneio, tecnica e financeiramente.

Contra o Flamengo, nas quartas de final, a equipe do interior de São Paulo bateu os cariocas no primeiro confronto, quando jogou na própria cidade, por 87 a 85. Quando partiu para o Rio de Janeiro, no segundo jogo, foi derrotada por 79 a 71.

Em termos de bilheterias, durante as oitavas de final, o Bauru foi a equipe que mais lucrou. Contra o Paulistano/Amil, embolsou cerca de R$ 4,3 mil e R$ 6 mil em dois jogos. Apenas Araldite/Univille/Joinville, com R$ 9,4 mil diante do Interforce/Minas, o superou.

A expectativa de dirigentes do clube paulista é que a segunda partida em Bauru, a quarta na série de cinco jogos, possa novamente ser determinante em ambos os fatores. Como o embate está empatado em 1 a 1, a realização de mais um jogo na cidade está assegurada.


Notícia Basquete NBB Gestão Bauru