O Bayern de Munique será o primeiro clube estrangeiro a participar da ação "Assistência de Craque", criada pela Federação Paulista de Futebol (FPF) há duas semanas. O projeto é um leilão beneficente que tem como principal objetivo amenizar a situação de atletas e árbitros de baixa renda que foram afetados pela pandemia do Covid-19.

Atual octacampeão alemão, o clube disponibilizou uma camisa oficial do meia brasileiro naturalizado espanhol Thiago Alcântara para ser leiloada e ter o valor arrecadado revertido aos atletas e árbitros. Com isso, o Bayern se junta a mais de 100 nomes envolvidos diretamente com o futebol que já "abraçaram" a causa como Neymar, Kaká, Gabriel Jesus, Gabigol, Robinho, Raí, Mauro Silva, Zico, Djalminha, Zé Roberto, Neto e Rivellino, além de alguns clubes paulistas, como Corinthians, Santos e São Paulo.

A iniciativa é considerada pela FPF como uma "corrente do bem", em que os participantes convocam outras personalidades a doarem uma experiência ou relíquias de suas coleções. No catálogo, podem ser encontradas chuteiras utilizadas em grandes decisões, camisas históricas e até mesmo a oportunidade de assistir a um jogo da equipe do coração ao lado de grandes ídolos do passado.

Os valores arrecadados serão revertidos da seguinte forma: 50% do montante vão para atletas e árbitros, homens e mulheres do futebol paulista que recebiam até dois salários mínimos por mês quando as atividades foram paralisadas por conta do Covid-19, enquanto os outros 50% irão para instituições que atuam nas comunidades de Paraisópolis e Heliópolis (Instituto Bacarelli, Gerando Falcões e Movimento Maré do Bem). O leilão, que pode ser acompanhado neste link, está sendo monitorado pela empresa de auditoria Ernst & Young (EY).


Notícia Federação Paulista de Futebol FPF Assistência de Craque Bayern de Munique leilão gestão estratégia pandemia coronavírus