A missão da Klar não é das mais simples. A marca criada pela holding Glaic fará a estreia no mercado brasileiros em 2016 e terá pela frente a concorrência de produtos consagrados sustentados pelas gigantes Unilever e P&G. E o caminho utilizado para alcançar o êxito foi o esporte.

Por ora, o ciclo de patrocínios está fechado com o Corinthians. Antes, a marca já havia apresentado aporte ao piloto Luciano Burti, da Stock Car, e ao time feminino de vôlei do Pinheiros. A equipe de futsal do Parque São Jorge também recebeu a parceria da nova marca.

Em conversa com a Máquina do Esporte, o presidente da Klar, Marcelo Prado, justificou a iniciativa. “Nas outras divisões do grupo, não era preciso mídia, era preciso tecnologia para atender outras indústrias. Como agora nós vamos para o mercado de varejo, nós precisamos de exposição, de marca, de mídia para o consumidor final”, comentou.

A marca não estará apenas com o esporte. A Klar fechou com a agência DM9 para investir em publicidade na nova marca. Na mídia, já há duas emissoras abertas que contarão com comerciais da empresa durante o próximo ano. O investimento total foi chamado de “pesado”, mas o valor não foi revelado.

O esporte será usado em duas frentes. A exposição, claro, será fundamental para a empresa. Tanto que a marca estará presente em uniformes, placas e backdrops dos patrocinados.

Mas, além disso, haverá promoções de venda. Nesse caso, o carro-chefe deverá ser o Corinthians, mas os outros esportes serão um apoio aos consumidores menos ligados ao esporte ou ao próprio time de São Paulo. 


Notícia Klar Corinthians Patrocínio Marketing