Clube terá de pagar novo piso para migrar para centro de convenções - Crédito Jaksson Zanco

Clube terá de pagar novo piso para migrar para centro de convenções - Crédito Jaksson Zanco

O objetivo inicial era ter deixado o ginásio Ivan Rodrigues já na última sexta-feira (11), quando foi derrotado pelo Flamengo por 90 a 80, mas a mudança do Araldite/Univille/Joinville ainda não aconteceu. Agora, o clube de basquete aguarda análise sobre a viabilidade financeira da migração para fazer as malas e rumar para nova casa.

O destino provável é o Centreventos Cau Hansen, centro de convenções que já abrigou partidas de futsal do Krona/Joinville/DalPonte. "Nós só sairemos do Ivan Rodrigues se for para ir para lá, mas isso implica em logística, porque o lugar não tem o piso adequado", afirma Luis Silva, diretor do Joinville, à Máquina do Esporte.

A falta do piso certo é a principal justificativa por a mudança não ter ocorrido no último fim de semana. A princípio, o intuito era aproveitar a popularidade do Flamengo para estrear em grande estilo no novo local. Para que a troca ocorra, o time de basquete terá de bancar a instalação do pixo exigido pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

Tão logo o Joinville descubra se o investimento vale a pena, a troca deve ser realizada. O clube catarinense já está praticamente classificado para a fase seguinte do Novo Basquete Brasil (NBB), as playoffs, quando o interesse do público naturalmente cresce. Disputar partidas em ginásio maior, portanto, aumentaria a renda com ingressos.


Notícia NBB Joinville Gestão