O Fortaleza decidiu realizar ações em três hospitais da capital cearense para ajudar no combate ao Covid-19. Nas últimas duas semanas, o clube colocou em prática iniciativas para amenizar de alguma maneira os impactos sofridos por profissionais da saúde e pacientes infectados pelo coronavírus no Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital Leonardo da Vinci e Hospital da Unimed.

Como forma de interagir com médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas e demais profissionais de saúde, além, é claro, dos pacientes, o Fortaleza reuniu vídeos com mensagens de incentivo e agradecimento gravadas por alguns atletas do elenco, pelo treinador Rogério Ceni e também pelo presidente Marcelo Paz.

O clube ainda enviou camisas oficiais e, em parceria com pizzarias locais, ofereceu uma rodada de pizza aos profissionais que trabalhavam no turno da noite nos três hospitais. O projeto foi idealizado pelo diretor do departamento médico do time, Dr. Cláudio Maurício, e também pelo diretor de futebol, Daniel Pessoa. Os dois contaram com o apoio e a colaboração das assessorias dos hospitais, do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e de seus respectivos grupos gestores.

"É também um trabalho de levar esperança para essas pessoas que contraíram a doença e que, ao receberem uma mensagem de alguém do clube, encaram as adversidades com mais força. Buscamos ainda levar algum tipo de descontração, como o pianista que esteve em alguns hospitais, por exemplo. O Fortaleza, como instituição que tem um alcance popular grande, não pode se omitir e deve ajudar no momento em que a sociedade toda precisa se juntar para superar essa dificuldade", resumiu Marcelo Paz, presidente do clube.


Notícia Fortaleza gestão ação social hospitais profissionais de saúde pacientes pandemia coronavírus Covid-19