O SBT conseguiu vender seis cotas de patrocínio para a final do Campeonato Carioca, que será transmitida com exclusividade na TV pela emissora nesta quarta-feira (15). Ao todo, o faturamento da empresa com o jogo entre Flamengo e Fluminense ficará em cerca de R$ 4 milhões.

Isso significa que o clube carioca deverá embolsar por volta de R$ 1,5 milhão com a partida. Pelo acordo firmado com a emissora para ceder os direitos de transmissão do jogo, o Flamengo assumiu uma "sociedade" com o SBT, ficando com 50% do lucro da operação. Num faturamento próximo de R$ 4 milhões, deverá sobrar para os dois dividirem cerca de R$ 3 milhões após a retenção de impostos e abatimento do custo operacional da transmissão.

LEIA MAIS: Flamengo testará "sociedade" em transmissão do Carioca no SBT

LEIA MAIS: SBT transmitirá Flamengo x Fluminense pela final do Carioca

LEIA MAIS: SBT terá Téo José e "descontração" na final do Carioca

LEIA MAIS: Havan fecha com SBT e estará na transmissão da final do Carioca

LEIA MAIS: Análise: Flamengo indica caminho, mas não é exemplo

Desde o final de semana, quando o acordo para transmitir o jogo foi anunciado, a emissora de Silvio Santos buscou agências de publicidade para negociar as cotas de patrocínio da partida.

Na apresentação enviada ao mercado, o valor de tabela proposto para cada uma das cotas era de R$ 11,374 milhões. Contudo, segundo apurou a Máquina do Esporte, o desconto oferecido pelo SBT nas negociações variou de 92% a 95% do preço de tabela.

Isso significa que cada cota foi vendida entre R$ 400 mil e R$ 800 mil. O enorme desconto praticado é normal em negociações de curto prazo. Geralmente, o SBT costuma praticar um desconto que varia de 40% a 50% do preço de tabela em suas atrações.

A primeira empresa a fechar com a emissora foi a PicPay, que por conta disso conseguiu obter a maior entrega de publicidade. Na sequência, Brahma, Havan, Miorrelax, Shampoo Clear (Unilever) e Estácio negociaram a compra de uma cota nacional de transmissão com a emissora.

De todos os anunciantes, a única que nunca tinha tido relação direta com o futebol era a PicPay. Brahma e Estácio patrocinaram recentemente as transmissões ao vivo feitas pelo Fluminense no YouTube da final da Taça Rio e da primeira final do Carioca. A Havan é patrocinadora do Vasco e do Athletico Paranaense, enquanto a Miorrelax tem aparecido com frequência em placas de publicidade nos estádios e o Shampoo Clear costuma anunciar em programas esportivos.

LEIA MAIS: Flamengo fecha aporte pontual com Qualicorp na final do Carioca

LEIA MAIS: Ferj fecha acordos pontuais para arbitragem na final do Carioca

O Flamengo também transmitirá o jogo em seu canal no YouTube e abrirá o sinal para o exterior. Isso deverá gerar uma receita extra para o time que, no início do ano, quando a legislação ainda não permitia ao clube negociar a transmissão das partidas em que era mandante, recusou uma proposta de R$ 18 milhões feita pela Globo para exibir as partidas do rubro-negro no Campeonato Carioca.


Notícia Marketing Mídia SBT Flamengo Patrocínio