Aos poucos, o esporte vai tentando retomar as atividades pelo mundo. Após a volta do futebol alemão (Bundesliga) e a divulgação de datas de retorno por parte de outras das principais ligas de futebol na Europa, como Portugal, Espanha, Inglaterra e Itália, foi a vez do golfe dar uma boa notícia para os fãs.

Nesta sexta-feira (29), o European Tour foi confirmado para voltar às atividades no dia 22 de julho. Suspenso desde 8 de março, o principal circuito de golfe da Europa será retomado com portões fechados e protocolos rigorosos de segurança para garantir a saúde dos atletas e todos os demais envolvidos.

Foto: Reprodução / Twitter (@HarewoodGolf)

"A segurança é nossa prioridade absoluta e é por isso que hoje anunciamos nossa retomada em dois meses, apoiada por uma estratégia abrangente de saúde, liderada por nossa equipe médica. Sem dúvida, tivemos que pensar de maneira diferente sobre o restante da temporada 2020. Como uma turnê global de golfe, a diversidade é geralmente um dos nossos maiores pontos fortes, mas, neste caso, tornou-se um dos nossos maiores desafios. Inicialmente, portanto, com base na orientação de especialistas, jogaremos em apenas um território, pois é a melhor opção em termos de testagem e minimização de viagens e mudanças de acomodação", explicou Keith Pelley, CEO do European Tour.

Com esse pensamento, o retorno terá seis torneios seguidos sendo disputados no Reino Unido. O calendário recomeçará com o British Masters na Close House e seguirá com o English Open no Forest of Arden, o English Championship no Hanbury Manor, dois torneios consecutivos no Celtic Manor (o Celtic Classic e o Wales Open) e o UK Championship no Belfry.

Mais à frente, em outubro, haverá dois torneios da Rolex Series (Scottish Open e PGA Championship), além de outros dois em dezembro (Nedbank Golf Challenge e World Tour Championship), mês em que a temporada será encerrada.


Notícia Golfe European Tour retomada estratégia gestão saúde segurança marketing mercado pandemia coronavírus