A ExactTarget é uma empresa de marketing com foco em tecnologia. Contudo, a própria história da companhia foi responsável por desenvolver uma relação com o esporte.

Fundada em Indianápolis, sede das tradicionais 500 Milhas, a ExactTarget desenvolve estratégias de marketing para mídias sociais e ambiente online. E tudo isso é usado pela Andretti Autosport, equipe que disputa a Fórmula Indy.

Neste ano, Dave Neff e Daniel Incandela, executivos da ExactTarget, estiveram no Brasil para acompanhar a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé. Aliás, os dois fizeram uma série de elogios à prova.

“Um fator diferente é o alcance global comparado com outras provas. Não apenas você tem os fãs mais ardorosos de corrida, mas você está em um mercado que adora velocidade e que se empolga com a chance de ver os melhores pilotos do mundo”, disseram os executivos em entrevista à Máquina do Esporte.

No bate-papo por e-mail, Neff e Incandela falaram sobre a importância do trabalho de mídias sociais na Andretti Autosport, o interesse do público por esse tipo de plataforma e até os planos da ExactTarget para o mercado brasileiro.

Leia a seguir a íntegra da entrevista:

Máquina do Esporte: As redes sociais têm valor comercial ou são usadas apenas para proporcionar interação com os fãs?

Dave Neff e Daniel Incandela: As mídias sociais proporcionam uma oportunidade única para se conectar com fãs em um nível individual. Além disso, criam um engajamento que constrói lealdade e pode gerar vendas. Marcas que trabalham com consumidores em mídias sociais podem desenvolver relações e criar experiências autênticas a partir de respostas ou de conteúdo relevante. Uma pesquisa recente da ExactTarget com assinantes, fãs e seguidores descobriu que mais de 70% dos internautas americanos usa o Facebook pelo menos semanalmente, e 20% deles fizeram compras depois de receber mensagens pelo Facebook. O estudo de aproximadamente 1,5 mil consumidores descobriu que quase um terço – 32% – dos adolescentes entre 15 e 17 anos fizeram compras depois de receber mensagens no Facebook. Nós vamos compartilhar mais dessa pesquisa específica aos brasileiros em junho.

ME: Qual é a participação dos pilotos da Andretti Autosport nos planos da ExactTarget? Eles realmente usam os perfis em redes sociais para interagir com outras pessoas?

DN e DI: A Andretti Autosport usa a ferramenta de engajamento social da ExactTarget para conectar fãs e seguidores no Facebook e no Twitter. Eles frequentemente “retuitam” ou curtem textos dos pilotos e de membros da equipe – sempre com o intuito de prover aos fãs conteúdo único, que eles não achariam em nenhum lugar. A Andretti também provê informações internas sobre tudo o que está acontecendo, da estratégia de combustível até as atualizações feitas durante a corrida, dando aos fãs acesso virtual ao que está por trás das cenas e provendo para eles engajamento em tempo real com a equipe.

ME: Vocês já fecharam algum contrato – um patrocínio, por exemplo – apenas para mídias sociais?

DN e DI: Aqui, na ExactTarget, nós temos clientes que têm campanhas de marketing integradas com e-mail, mídia social e plataformas móveis alimentadas por nosso Interactive Marketing Hub. Nós também temos clientes que dirigem mídias sociais por meio do nosso aplicativo SocialEngage.

ME: Daniel, qual é a diferença entre criar estratégias de marketing digital para um time e para um local? Quais atributos você encontrou na Andretti Autosport que não estavam presentes no Indy Motor Speedway?

DI: Times top de linha, como a Andretti Autosport, entendem a importância de desenvolver relações em canais digitais. Em vez de se contentar com um canal de comunicação simples, eles estão construindo relações, fornecendo notícia e criando engajamento com fãs em todos os canais. A Andretti constrói uma marca poderosa no automobilismo para atingir uma audiência global através da relação com a Indycar, o Indianapolis Motor Speedway e a Indy 500.

A Andretti Autosport trabalha efetivamente com e-mail, mídias sociais e internet, de um jeito autêntico e com significado. Os fãs de corrida sabem que é uma equipe séria sobre o trabalho no ambiente digital e sobre o acesso que é dado aos fãs.

ME: As mídias sociais são extremamente populares no Brasil. Com isso em mente, vocês têm algum plano especial para o país nessa área?

DN e DI: A ExactTarget vai fornecer conteúdo exclusivo sobre como os consumidores brasileiros lidam com as campanhas de marketing das marcas. Isso vai estar na nossa primeira pesquisa de assinantes, fãs e seguidores no Brasil. Nós planejamos lançar a pesquisa na nossa Connect Global Tour, em São Paulo, no dia 13 de junho.

ME: O que vocês acharam sobre a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé?

DN e DI: A prova foi muito além das minhas expectativas! Foi a terceira corrida em que nós estivemos na temporada, e essa foi a melhor entre elas. O fato de ela acontecer nas ruas da terceira maior cidade do mundo é impressionante. Foi incrível ver o tráfego parado na região porque as pessoas queriam ver um pouco do que estava acontecendo. Além disso, um piloto da Andretti, Ryan Hunter-Reay, ficou em terceiro e subiu ao pódio. Ah, e as pessoas da cidade não podiam ser mais amigáveis.

ME: Sobre marketing e negócios, quais são os atributos da corrida de São Paulo que não existem em outras corridas?

DN e DI: Um fator diferente é o alcance global comparado com outras provas. Não apenas você tem os fãs mais ardorosos de corrida, mas você está em um mercado que adora velocidade e que se empolga com a chance de ver os melhores pilotos do mundo. As marcas têm um tremendo potencial para se envolver com um público diferente na pista, mas também falam com fãs de corrida em mais de cem países.


Entrevista