Paraná Clube é um dos que já aderiram ao É Gol

Paraná Clube é um dos que já aderiram ao É Gol

Lançado pela Caixa Seguros em março deste ano, o título de capitalização É Gol deve receber nos próximos dias um importante impulso. Corinthians e Flamengo ainda não assinaram, mas já acertaram entrada no plano.

Quando foi lançado, o É Gol contava com 29 clubes. Naquela época, a Caixa Seguros trabalhava a ampliação do serviço em duas frentes: clubes de forte apelo regional e as duas equipes de maior torcida do Brasil, Corinthians e Flamengo, que ainda não haviam aderido.

A morosidade dos dois clubes tem explicações diferentes. No caso do Flamengo, a demora é justificada por tr"mites administrativos internos – atualmente, por exemplo, o contrato de adesão ao título está no conselho deliberativo do clube. No Corinthians, o problema é um acordo vigente com a Sul-América, criadora do Timãocap.

Para se livrar desse contrato pregresso, o Corinthians precisaria pagar à Sul-América uma multa rescisória de R$ 2 milhões. No entanto, como o Timãocap enfrentava problemas de distribuição e falta de mídia, o clube conseguiu um acordo para entrar no É Gol.

A grande vantagem do É Gol é justamente a distribuição, já que o título é comercializado em casas lotéricas. Os times ficam com 50% do valor de resgate do produto.

Até o momento, o São Paulo é o líder de vendas do título. A organização prevê, contudo, que esse quadro deve mudar rapidamente assim que Corinthians e Flamengo assinarem os contratos que têm em mãos.

É importante ressaltar que o Flamengo já tem um acerto verbal com o É Gol desde o lançamento do título. Contudo, somente agora, mais de dois meses depois, as tratativas se aproximam de um desfecho na política interna do clube.


Notícia Caixa Economica Federal Corinthians Marketing Flamengo