A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) oficializou, por meio de um comunicado em seu site e nas redes sociais, as datas de retomada das duas principais competições de clubes organizadas pela entidade. A Copa Libertadores voltará às atividades em 15 de setembro, enquanto a Copa Sul-Americana retornará aos gramados em 27 de outubro. As finais dos dois torneios serão em janeiro, em data a ser marcada.

As datas foram definidas após um encontro do conselho da Conmebol realizado nesta sexta-feira (10). Para o retorno, foi elaborado um manual de operações para viagens e treinamentos. De acordo com a entidade, "com a aplicação rigorosa e responsável das disposições sanitárias por parte de todos os envolvidos no esporte, o desejo do retorno do futebol se tornará uma realidade, sempre cuidando da saúde de todos".

Fotos: Reprodução / Twitter (@LibertadoresBR) / (@sulamericana)

Em relação aos calendários, serão mantidos os formatos previstos em regulamento, com a realização de todas as partidas restantes originalmente. Dessa forma, a Libertadores voltará a ser disputada a partir da terceira rodada da fase de grupos, enquanto a Sul-Americana será retomada com a realização da segunda fase.

Assim como no caso das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro, além da Copa do Brasil, as competições continentais também usarão um período em que normalmente não há jogos a serem disputados de ambos. Tanto Libertadores como Sul-Americana terão as semifinais nas semanas de 5 e 12 de janeiro. As finais dos dois torneios acontecerão no mesmo mês, em partida única, como já foi no ano passado, com os dias específicos sendo informados em breve.


Notícia Calendário Conmebol Libertadores Sul-Americana futebol gestão estratégia mercado pandemia coronavírus