O Rally dos Sertões havia programado realizar um evento para apresentar o filme oficial da edição de 2019 da competição, cujo formato focou mais no lado humano, ao estilo do documentário Drive to Survive, da F1, produzido pela Netflix. Mas, com o regime de isolamento social que muitos adotaram no Brasil, a saída da Dunas Race, organizadora da competição, foi ir para o streaming.

Na última quarta-feira (25), o filme teve uma pré-estreia no aplicativo da competição e no YouTube. Desde o dia seguinte, passou a ficar disponível no Net Now e Vivo Play. Para marcar a estreia, a Dunas fez uma ação em que enviou pipoca gourmet a competidores, patrocinadores e jornalistas. Na ação, aproveitou para ajudar pequenos empresários que estão tendo dificuldades em meio à pandemia do coronavírus, como a Pipó Gourmet e a Levoo, uma startup de entregas.

Foto: Luciano Santos / RF1

Além disso, a montadora japonesa Mitsubishi, que possui veículos na competição, decidiu fazer uma sessão especial virtual com o filme para seus clientes. Para promover a ideia, a marca fez uma série de ações nas redes sociais.

"O Sertões é uma competição que atravessa o Brasil em oito dias. Cerca de 2 mil pessoas estiveram envolvidas diretamente na grande jornada de Campo Grande (MS) até Aquiraz (CE), então acredito que todos puderam reviver a emoção e a adrenalina que o Sertões nos passa. Isso nos traz mais motivação para que a próxima edição seja ainda melhor", declarou Lucas Moraes, campeão na categoria carros.

O filme conta com 109 minutos de relatos de diversos pilotos que participaram do Rally dos Sertões no ano passado e que mostram paixão pela modalidade. O longa-metragem também tem participações especiais de Luciano Huck, Whindersson Nunes e voluntários do "Sertões - SAS Saúde e Alegria", projeto social que prestou atendimento médico à população carente das cidades por onde a prova passou.


Notícia Rally dos Sertões filme ação ativação transmissão streaming mídia estratégia mercado pandemia coronavírus