Maior jogadora de futebol da história, a brasileira Marta se uniu ao YouTube e à produtora Play9, dos irmãos Felipe e Luccas Neto e do ex-diretor da Globo João Pedro Paes Leme, para criar seu próprio canal na rede social de vídeos. O lançamento ocorreu na última terça-feira (24) e faz parte da nova proposta do YouTube de ter conteúdos exclusivos de atletas no mercado. O canal entrará no ar apenas a partir do próximo mês, em data ainda não revelada.

"Acho que vai ser uma oportunidade enorme de mostrar um pouco mais da minha carreira, dos bastidores e dos meus valores humanos para o público", disse Marta, no comunicado em que falou um pouco sobre o projeto de seu canal.

LEIA MAIS: Análise: Desafio de Marta será conseguir virar mídia

A ideia da Play9, que foi lançada recentemente no mercado, é explorar o filão de atletas como produtores de conteúdo para o YouTube. Os irmãos Neto são, atualmente, os maiores influenciadores da rede social de vídeos, tendo em seus canais proprietários mais de 75 milhões de inscritos (Felipe Neto, Luccas Neto e Canal IN). Além de Marta, eles lançaram recentemente o canal de Vinícius Jr., do Real Madrid.

Foto: Reprodução

"Se você olhar os primeiros canais do ranking do YouTube, dificilmente vai achar o de uma atleta. Os canais dos esportistas, se forem mal feitos, vão interferir muito na rotina do atleta. O fato de eu ter convivido com tantos atletas me fez criar um modelo que é o oposto: usar o tempo vago. Sem interferir na rotina, sem tirá-lo da concentração", afirmou João Pedro Paes Leme, em declaração ao Blog Olhar Olímpico, do UOL.

A jogadora do Orlando Pride gravou um vídeo em seu perfil no Instagram para anunciar o projeto: "Agora eu vou virar youtuber! Está vindo aí novidade, e eu preciso de vocês. A partir de outubro", declarou no vídeo, que já tem mais de 75 mil visualizações.

Segundo Fabiano Farah, empresário de Marta, a ideia é que o canal não tenha como objetivo retratar o cotidiano da jogadora. Essa é a base, por exemplo, do canal de Marcelo, do Real Madrid, que tem mais de 1 milhão de inscritos. O lateral-esquerdo é, hoje, um dos atletas com maior número de seguidores dentro do YouTube.

"Conheço o João Pedro há muitos anos e sei da qualidade do trabalho dele com conteúdo. Já vínhamos conversando há alguns meses e chegamos ao modelo ideal. O canal da Marta será uma extensão do seu cotidiano (pessoal e profissional). Nosso propósito não é um reality show, e sim uma plataforma divertida de comunicação, interação, engajamento e mobilização. Retratar esse poderoso e rico conteúdo de forma simples, espontânea e inspiradora será um imenso prazer", revelou Farah.


Notícia Marta YouTube youtuber mídia mídia digital estratégia mercado futebol feminino Play9 Felipe Neto Luccas Neto